PMA – Rota do Desenvolvimento
As vozes do poema por Antônio Carlos Secchin
Cultura

As vozes do poema por Antônio Carlos Secchin

As vozes do poema por Antônio Carlos Secchin

O autor participa na sexta-feira, dia 21 de junho, da homenagem aos 180 anos de Machado de Assis. Estará acompanhado de Marco Lucchesi, Antônio Torres, Zuenir Ventura e Ignácio de Loyola Brandão. Na ocasião, o ator Thiago Lacerda fará leituras de textos do patrono do Fliaraxá.

Já no dia 22 de junho, Secchin participa com Alice Ruiz e Afonso Borges da mesa “As vozes do poema”. “Suponho que a voz do poeta é apenas aquela que ecoa com mais nitidez, porém ela é feita das muitas outras que ele ouviu. Escrever é dizer feito de escutas”, diz.

Ensaísta, poeta e ficcionista, Antônio Carlos Secchin é autor de dez livros.  É professor visitante de várias universidades estrangeiras – na França, em Portugal, na Itália, na Venezuela, no México e nos Estados Unidos. Também é responsável por várias seletas e obras completas de poetas brasileiros, como Castro Alves, Cecília Meireles, Ferreira Gullar e Júlio Salusse.

 

Confira a entrevista de Antônio Carlos Secchin

 

Você tem uma ligação muito forte com a obra de João Cabral de Melo Neto, já desenvolveu diversos trabalhos sobre ele, diversas releituras etc. A criação dele influencia na sua?

 

João Cabral é dos que menos me influenciaram, apesar de estudá-lo há quarenta anos. E exatamente por isso: examinando em detalhes sua poesia,  descobri o que não devo ou preciso  fazer, por já ter sido feito de maneira magistral  por ele.

 

Como é ser, ao mesmo tempo, crítico e escritor?

 

Eu me entendo bem com esses dois, procuro administrar com equilíbrio a parte de cada um, para que não acabem brigando.

 

Além disso, você ainda é professor. Dá pra separar as coisas ou tudo anda junto?

 

Tudo junto no amor à poesia, e separado no modo de expressar esse amor.

 

Como é hoje a relação das pessoas com a poesia. Você como professor universitário vê alguma mudança?

 

Pelo menos desde  fins do século XIX, poesia e público não fazem outra coisa senão discutir a relação. Quando a gente pensa que o divórcio é inevitável, surgem sempre novos autores para tentar reconstruir a ponte.

 

Quando falamos “Literatura, Leitura e Imaginação” , tema do oitavo Fliaraxá, o que você pensa?

 

Que o nono Fliaraxá talvez tenha dificuldade de encontrar um tema, pois a abrangência do tema atual permite múltiplos desdobramentos, em todas as direções.

 

Você participa de festivais literários, qual a importância destes eventos para a educação e incentivo à leitura?

 

O desejável, nos festivais, é que o entusiasmo com a presença do autor se transforme em efetivo estímulo para o conhecimento de sua obra.

 

EAD UNIARAXÁ
Cultura

Mais notícias da Categoria Cultura

“Grande Arraiá” anima o fim de semana com música, dança, humor e comidas típicas

“Grande Arraiá” anima o fim de semana com música, dança, humor e comidas típicas

Portal Araxá 17/07/2019
Clube Araxá apresenta, “ARRAIÁ SAMBANEJO”

Clube Araxá apresenta, “ARRAIÁ SAMBANEJO”

Portal Araxá 10/07/2019
Prefeitura incrementa acervo do Museu da Imagem e do Som

Prefeitura incrementa acervo do Museu da Imagem e do Som

Portal Araxá 08/07/2019
Solenidade de abertura do projeto Movart em cena acontece neste sábado (6) de julho

Solenidade de abertura do projeto Movart em cena acontece neste sábado (6) de julho

Portal Araxá 05/07/2019
“Grande Arraiá” abre inscrições para concurso de causos

“Grande Arraiá” abre inscrições para concurso de causos

Portal Araxá 05/07/2019
Museus coordenados pela Prefeitura registra aumento de visitantes durante o Fliaraxá

Museus coordenados pela Prefeitura registra aumento de visitantes durante o Fliaraxá

Portal Araxá 01/07/2019