Atividades industriais, comerciais e serviços recebem recomendações sobre funcionamento
Minas Gerais

Atividades industriais, comerciais e serviços recebem recomendações sobre funcionamento

Atividades industriais, comerciais e serviços recebem recomendações sobre funcionamento

Resolução conjunta sugere horários para cada setor; um dos objetivos é minimizar lotação no transporte público

O Governo de Minas Gerais, por meio das Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) e de Desenvolvimento Econômico (Sede), divulgou nesta sexta-feira (26/6) recomendações de horários para o funcionamento das atividades industriais, comerciais e de serviços para os municípios que aderiram ao plano Minas Consciente.

As recomendações estão previstas na Resolução Conjunta Seinfra/Sede nº 012, de 25/6/2020, publicada no Diário Oficial Minas Gerais desta sexta-feira. O documento apresenta horário de início de funcionamento ou troca de turno para cada setor, por grupo, conforme ondas do plano estadual.

Um ponto de destaque das recomendações reforça que o início do funcionamento ou a realização de troca de turnos deve evitar o horário compreendido entre 6h e 11h da manhã, para não coincidir com o horário de maior movimento do sistema de transporte público.

Vale ressaltar que as ondas sofrem alterações ao longo do programa, dada a necessidade econômica, impactos da cadeia produtiva e, principalmente, a realidade vivida na pandemia e no sistema de saúde da região. Por isso, caso necessário, adequações poderão ser implementadas.

A relação completa das recomendações pode ser consultada a partir da página 4 do Jornal Minas Gerais, clicando aqui.

Minas Consciente

Até 26/6, 157 prefeituras já tinham oficializado a adesão ao Minas Consciente, impactando 3,7 milhões de mineiros (clique aqui para conferir a lista de municípios que aderiram). O plano setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” (onda verde – serviços essenciais; onda branca – primeira fase; onda amarela – segunda fase; onda vermelha – terceira fase), a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença.

As mudanças de ondas são avaliadas, semanalmente, pelo Comitê Extraordinário Covid-19. Além do governador e de todo o secretariado do Executivo mineiro, o grupo, criado especialmente para monitorar o avanço da epidemia no estado, conta com representantes do Ministério Público do Trabalho, do Ministério Público de Minas Gerais, da Defensoria Pública e do Tribunal de Contas do Estado.

O plano tem objetivo de orientar as prefeituras. Fica a critério de cada prefeito aderir e seguir os protocolos em seu município. Os empresários que desejam reativar seus estabelecimentos devem consultar se a prefeitura local aderiu ao plano e seguir as orientações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

Minas Gerais

Mais notícias da Categoria Minas Gerais

Minas Consciente inclui venda de alimentos por ambulantes como serviço essencial

Minas Consciente inclui venda de alimentos por ambulantes como serviço essencial

Portal Araxá 03/07/2020
Zema assina decreto que incentiva cooperativismo na agricultura familiar e agroindústrias

Zema assina decreto que incentiva cooperativismo na agricultura familiar e agroindústrias

Portal Araxá 03/07/2020
Escritório de Gestão de Leitos monitora diariamente internações em Minas

Escritório de Gestão de Leitos monitora diariamente internações em Minas

Portal Araxá 03/07/2020
Cestas básicas distribuídas pelo Governo já estão disponíveis para retirada

Cestas básicas distribuídas pelo Governo já estão disponíveis para retirada

Portal Araxá 03/07/2020
Hospital de Patos de Minas abre 135 vagas

Hospital de Patos de Minas abre 135 vagas

Portal Araxá 01/07/2020
Reforma propõe alteração da idade mínima para aposentadoria

Reforma propõe alteração da idade mínima para aposentadoria

Portal Araxá 01/07/2020