Black Friday ou Black Fraude?
Economia

Black Friday ou Black Fraude?

Black Friday ou Black Fraude?

Pesquisa mostra a percepção dos consumidores sobre a última edição do evento.

Pesquisa realizada pela consultoria em marketing comprova queda nos números da Black Friday de 2023 e queixa dos consumidores sobre as promoções.

Em 2023, a Black Friday continua sendo um dos eventos mais aguardados pelos consumidores brasileiros. Nesta ocasião, tanto produtos quanto serviços são oferecidos com descontos significativos. Para os varejistas, representa uma chance valiosa de aumentar as vendas e capitalizar sobre o aumento do fluxo de compras.

A TRIWI Consultora em Marketing, realizou uma pesquisa entre os dias 20 a 23 de Novembro, com mais de 15 mil consumidores e revelou que dois a cada três entrevistados pretendem comprar produtos durante o evento. A pesquisa aponta que o preço mais baixo é o fator mais decisivo na hora da compra para uma em cada quatro pessoas. Os dados da Black Friday de 2023 mostraram um números interessantes.O faturamento total monitorado até o Domingo da Black Friday foi superior a R$ 4,9 bilhões, apresentando uma variação negativa de 14% em relação ao ano anterior. Martins reflete que a Black Friday de 2023 apresentou um desempenho aquém das expectativas no Brasil, marcando uma retração significativa no comércio digital.

“Com um faturamento total de R$ 4,9 bilhões, observou-se uma queda de 14,4% em relação aos anos anteriores. Este declínio reflete tanto uma redução no número de pedidos quanto uma mudança no comportamento de consumo dos clientes. Além disso, a data registrou um número recorde de reclamações, sinalizando desafios tanto para varejistas quanto para consumidores”. Avalia.

A Black Friday se tornou um marco ansiado pelos consumidores no Brasil, representando uma janela de oportunidades para adquirir produtos e serviços com descontos significativos. Os varejistas também se beneficiam, vendo nesse período uma chance de impulsionar as vendas e capitalizar no aumento do fluxo de mercado.

Reprodução

A Black Friday foi autêntica ou acabou sendo uma “Black Fraude”?

Historicamente no Brasil, a Black Friday ganhou a reputação de ser a “Black Fraude”, onde os preços eram inflacionados antes do evento para depois oferecer descontos ilusórios. Na mesma pesquisa realizada pela TRIWI foi possível reiterar o ceticismo dos consumidores, apesar dos esforços dos varejistas para fornecer descontos reais.

Dados mostram que 73% dos entrevistados acreditam na autenticidade das promoções, no ano passado o número representava 67%, o que indica a desconfiança dos consumidores em relação às promoções.

Em relação a 2022, foi observado que os consumidores se mantiveram interessados nas categorias de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, com variação dos percentuais. Além disso, houve um aumento na intenção de compra em 16 das 20 categorias analisadas pela pesquisa, com destaque para o grupo beleza,  cuidados pessoais e livros.

A pesquisa também indicou um alto interesse e expectativa dos consumidores pela Black Friday, com 93% planejando fazer compras, mas somente 77% efetivamente realizaram compras. No ano passado, o número de intenção de compra representou 96%, em relação a realização de compras, o número se manteve o mesmo.

Ricardo Martins acrescenta que, apesar das mudanças de atitude das empresas em relação a descontos fictícios, ainda há casos de preços manipulados. Os consumidores, cada vez mais informados, fazem extensas pesquisas antes de realizar compras. Qualquer tentativa de enganar os clientes só prejudica a relação com a marca.

Em entrevista realizada com alguns consumidores, foram relatados percepção de aumento de valores durante a Black Friday, Roberto Pinto comenta que o preço da placa de vídeo que ele estava interessado em comprar aumentou R$ 300,00 na Black Friday. Já Daniel Mello comentou que a TV aumentou em R$ 150,00 também no mesmo período.

Economia

Mais notícias da Categoria Economia

Com menor taxa de desocupação da história, Minas Gerais caminha para cenário de pleno emprego

Com menor taxa de desocupação da história, Minas Gerais caminha para cenário de pleno emprego

Portal Araxá 20/02/2024
Doar ou vender:O que fazer com as roupas do meu filho?

Doar ou vender:O que fazer com as roupas do meu filho?

Portal Araxá 19/02/2024
Salário mínimo de R$ 1.412 começou a ser pago nesta quinta-feira

Salário mínimo de R$ 1.412 começou a ser pago nesta quinta-feira

Portal Araxá 02/02/2024
5 estratégias para poupar na compra de material escolar

5 estratégias para poupar na compra de material escolar

Portal Araxá 22/01/2024
Procon Araxá realiza pesquisa de preços para lista de compra de material escolar 2024

Procon Araxá realiza pesquisa de preços para lista de compra de material escolar 2024

Portal Araxá 18/01/2024
5 dicas para organizar suas contas em 2024 e começar o ano no “camarote”

5 dicas para organizar suas contas em 2024 e começar o ano no “camarote”

Portal Araxá 16/01/2024