PI de Maio | Pref. Araxá – IPTU
Câmara promove debate sobre a demolição da Escola Francisco Braga
Política

Câmara promove debate sobre a demolição da Escola Francisco Braga

Câmara promove debate sobre a demolição da Escola Francisco Braga

Fórum Comunitário foi solicitado pelo Vereador Robson Magela

A Câmara Municipal de Araxá promoveu, na tarde dessa quarta-feira (23), Fórum Comunitário para debater a demolição da Escola Municipal Francisco Braga, no Bairro Urciano Lemos e a transferência dos alunos para o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Francisco Duarte. O Vereador Robson Magela (PRB) foi o solicitante do Evento que foi conduzido pelo Vice-Presidente da Casa, Vereador Bosco Junior (AV), representando o Presidente Fabiano Santos Cunha (PRB). O Plenário Vereador Guilherme Gotelip Neto recebeu pais de alunos da Escola, vereadores e imprensa.

A Escola Municipal Francisco Braga tem 43 anos de Fundação e possui atualmente 198 alunos do maternal 1 e 2. A Prefeitura pretende demolir o prédio ocupado atualmente pela Instituição de Ensino para ampliação da Feira do Produtor. Enquanto a nova Escola não é construída, os alunos serão transferidos para o CRAS.

Robson abriu o Encontro manifestando sua insatisfação com o Executivo que não enviou nenhum representante da Secretaria de Educação para dar as respostas que os pais dos alunos buscam. Ele reforçou sua opinião de que considera descaso o fato de não terem, pelo menos, enviado uma justificativa do não comparecimento.

O Parlamentar criticou o fato de a Prefeitura não ter ouvido a comunidade para falar a respeito da demolição da Escola: “O Executivo não deu opção para os pais que devem escolher entre mudar as crianças de Escola ou aceitar a transferência para o CRAS”. Na opinião dele, a solução seria primeiramente construir a nova sede para depois demolir o prédio, pois não se sabe quanto tempo essas crianças terão que estudar em local improvisado.

Os Vereadores Raphael Rios (SD) e Roberto do Sindicato (SD) também criticaram a ausência do Executivo e demonstraram opinião contrária à demolição. Para Roberto o CRAS é um local inadequado, inseguro e apertado para abrigar uma Escola. Já Raphael alertou que as crianças tem prioridade garantida pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), portanto, deve-se pensar primeiramente nelas antes de tomar qualquer decisão.

Os pais e mães de alunos presentes também tiveram a oportunidade de expressar sua opinião. Janaína Lopes afirmou que a decisão foi tomada sem pensar nas crianças que serão transferidas para um local perigoso e sem previsão para a construção de uma nova sede. Para Deise Soares a maioria dos pais não está de acordo com a transferência, mas não tiveram escolha.

Com a ausência do Executivo para responder os questionamentos dos pais, Robson concluiu o Fórum comunicando que vai elaborar um documento com as principais perguntas e convocar a Secretaria de Educação para respondê-las. O documento será encaminhado posteriormente aos pais dos alunos para que possam tomar conhecimento da situação.

Uniaraxá – Vestibular Junho 2019
Política

Mais notícias da Categoria Política

Prefeitura de Araxá ainda não cumpriu as emendas ao orçamento apresentadas pelos vereadores

Prefeitura de Araxá ainda não cumpriu as emendas ao orçamento apresentadas pelos vereadores

Portal Araxá 22/05/2019
Romeu Zema lança sistema digital de fiscalização ambiental

Romeu Zema lança sistema digital de fiscalização ambiental

Portal Araxá 21/05/2019
Fórum Comunitário discute demandas dos bairros Jardim Europa

Fórum Comunitário discute demandas dos bairros Jardim Europa

Portal Araxá 20/05/2019
Deputado Bosco recebe em seu gabinete o presidente da Codemig

Deputado Bosco recebe em seu gabinete o presidente da Codemig

Portal Araxá 16/05/2019
Audiência Pública Detran – 15/05/2019

Audiência Pública Detran – 15/05/2019

Portal Araxá 16/05/2019
Governo de Minas faz revisão de orçamento e encontra déficit maior

Governo de Minas faz revisão de orçamento e encontra déficit maior

Portal Araxá 16/05/2019