Como consolidar a discussão sobre saúde mental nas empresas?
Social

Como consolidar a discussão sobre saúde mental nas empresas?

Como consolidar a discussão sobre saúde mental nas empresas?

Iniciativas voltadas ao bem-estar dos colaboradores devem estar refletidas na cultura organizacional

Para falar sobre a promoção de ações com foco na saúde mental dos colaboradores nas empresas, a Amcham (Câmara Americana de Comércio) promoveu na última semana, o webinar de Gestão de Pessoas “O bem-estar do colaborador e o dilema da saúde mental”.

Trata-se de uma discussão importante, afinal, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o Brasil seja o segundo país do continente americano com mais cidadãos com depressão — ficando atrás apenas dos Estados Unidos — e o primeiro no quesito prevalência de casos de ansiedade. A doença é a principal entre os transtornos mentais.

O evento contou com a participação de Rui Brandão, CEO do Zenklub, startup que conecta profissionais de saúde mental com possíveis pacientes; Nélia Soares, diretora de Recursos Humanos (RH) para América Latina na American International Group (AIG) e moderação de Daniely Zaranza, gerente de Recursos Humanos do Hospital Santa Marta.

Saúde mental no ambiente corporativo

Na análise de Rui Brandão, ainda que a discussão sobre o bem-estar e a saúde emocional dos colaboradores encontre mais abertura hoje, os problemas psicológicos seguem muito estigmatizados: “A pandemia acelerou algo que várias empresas já estavam olhando de forma estratégica. Ela quebrou os tabus de trazer o assunto nas conversas de corredor e fomos forçados a evidenciar essa temática. Agora, é preciso agir”.

E, para agir de forma efetiva, ele deixa claro que deve-se integrar indivíduo e instituição. “O desenvolvimento individual é que vai gerar impacto coletivo, mas não basta dar ferramentas às pessoas; precisamos nos capacitar como RH, como cultura e como empresa. A gente começa a introduzir conversas e a partir disso criar um diálogo acompanhado de estratégias para a saúde emocional no mundo corporativo”, explica o CEO do Zenklub.

Como fomentar a cultura do bem-estar?

Para que a estratégia de saúde mental comece no alto escalão da empresa e chegue a todos os colaboradores, basta olhar para a situação como uma corrente de três elos: em uma empresa que possui uma cultura clara de diálogo e transparência, as lideranças são incentivadas a deixar suas expectativas sempre claras e oferecer escuta ativa às suas equipes. Por sua vez, em um ambiente como esse, os indivíduos se sentem confortáveis para também buscar por conta própria seu autocuidado e desenvolvimento pessoal e profissional.

Para Nélia Soares, o primeiro passo é criar um local de trabalho em que os colaboradores sintam-se livres para ser quem são, o que pode ser incentivado com a criação de grupos de diversidade na empresa, por exemplo. “O que importa é criar esse ambiente de segurança psicológica, empatia, escuta e conexão com as pessoas. Com esse canal de comunicação aberto, é possível descobrir muito mais sobre as necessidades dos colaboradores e a discussão se enriquece muito”, ressalta.

Além disso, ações como pesquisas de saúde organizacional e a humanização das avaliações de performance de forma que elas considerem critérios mais subjetivos, como os desafios apontados pelo funcionário e demandas que ele sente orgulho de ter realizado, são outras ideias para normalizar o cuidado com o emocional. É preciso também preparar e sensibilizar toda a organização, em especial os líderes, para assumirem compromisso com o bem-estar, a partir da escuta empática, sem julgamento, do aprendizado sobre saúde mental e da liderança em priorizar seu próprio bem-estar e de colegas que requeiram suporte. “Queremos que as pessoas tratem a saúde mental como tratam ir ao médico todos os anos, que não exista nenhuma vergonha em abrir isso para colegas, lideranças e RH”, conclui a diretora de RH para América Latina da AIG.

Sobre a Amcham Curitiba

A Amcham Curitiba (Câmara Americana de Comércio) faz parte de uma das maiores associações de empresas do Brasil, com 15 filiais em todo o país e mais de 5,2 mil empresas associadas. O objetivo da Amcham é criar um ambiente favorável de negócios por meio de boas práticas de mercado, capacitação profissional e cidadania empresarial. A instituição visa facilitar relações empresariais, gerar negócios, ser ponte no relacionamento governamental e internacional, além de prover conteúdos que amplificam o conhecimento de seus associados. Em 2020, a Amcham Curitiba completou 20 anos no Paraná e reúne hoje mais de 300 empresas associadas.

 

Social

Mais notícias da Categoria Social

IBGE abre mais de 200 mil vagas para trabalho no Censo 2022

IBGE abre mais de 200 mil vagas para trabalho no Censo 2022

Portal Araxá 20/01/2022
Uso consciente da água garante o abastecimento para todos

Uso consciente da água garante o abastecimento para todos

Portal Araxá 20/01/2022
Copasa isenta do pagamento de contas imóveis atingidos pelas chuvas em Minas Gerais

Copasa isenta do pagamento de contas imóveis atingidos pelas chuvas em Minas Gerais

Portal Araxá 19/01/2022
Cemig abre nova Campanha de Negociação de Débitos para atingidos por chuvas em MG

Cemig abre nova Campanha de Negociação de Débitos para atingidos por chuvas em MG

Portal Araxá 17/01/2022
Governo de Minas define aplicação de R$ 560 milhões em ações voltadas às pessoas, municípios e infraestrutura após fortes chuvas

Governo de Minas define aplicação de R$ 560 milhões em ações voltadas às pessoas, municípios e infraestrutura após fortes chuvas

Portal Araxá 17/01/2022
Cientista explica a relação entre alterações do sono e aumento da queda capilar

Cientista explica a relação entre alterações do sono e aumento da queda capilar

Portal Araxá 17/01/2022