Criminalidade cai no país em 2019
Brasil

Criminalidade cai no país em 2019

Criminalidade cai no país em 2019

SEGURANÇA

Dados oficiais mostram redução em todos os crimes no comparativo mensal e no comparativo do trimestre

 A ocorrência de crimes no país caiu no no comparativo de 2019 com 2018 considerando todo o primeiro trimestre e também o mês de março segundo dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp).

Criminalidade cai no país

Nos três primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, os índices chegaram a cair 41% no caso de roubo a instituições financeiras e 38% nos registros de roubo de carga. Houve, ainda, queda de 30% do roubo de veículos; 23% no roubo seguido de morte; 23% de latrocínio (roubo seguido de morte); 22% nas taxas de homicídio doloso; 12% no furto de veículos; 11% em tentativas de homicídio e 5% de diminuição nos registros de estupro.

No cruzamento de dados do mês de março, consolidado no levantamento, as taxas seguem a mesma tendência de declínio. O roubo a instituições financeiras caiu de 104 para 44 casos (-58%), maior índice percentual registrado, seguido de menores ocorrências de latrocínio (-34%), de roubo de carga (-33%) e de roubo de veículos (-32%). Os números também apontam para menor registro de crimes de lesão corporal seguida de morte (-16%), homicídio doloso (-14%), furto de veículos (14%), estupro (-13%) e tentativa de homicídio (-7%).

Os dados de criminalidade são registrados pelo Sinesp de acordo com os boletins de ocorrência dos Estados e do Distrito Federal.

O Sinesp

O Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp) é uma plataforma de informações integradas, que possibilita consultas operacionais, investigativas e estratégicas sobre segurança pública, implementado em parceria com os entes federados.

Criado pela Lei 12.681/2012, com a publicação da Lei 13.675/2018 o Sinesp firmou-se como um dos meios e instrumentos para a implementação da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS), instituindo-se o Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Ficou a cargo do Ministério da Segurança Pública, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), disponibilizar sistema padronizado, informatizado e seguro do intercâmbio de informações entre os integrantes do Susp; auditar periodicamente a infraestrutura tecnológica e a segurança dos processos, redes e sistemas e estabelecer cronograma para adequação dos integrantes do Susp às normas e procedimentos de funcionamento do Sistema. Para alcançar esse objetivo foram desenvolvidas diversas soluções que estão sendo disponibilizadas aos estados, com implantação e treinamento.

 

Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública

Brasil

Mais notícias da Categoria Brasil

Sequestrador de ônibus no Rio de Janeiro é morto por atiradores de elite

Sequestrador de ônibus no Rio de Janeiro é morto por atiradores de elite

Portal Araxá 20/08/2019
MEC analisa novo modelo de distribuição de recursos para universidades

MEC analisa novo modelo de distribuição de recursos para universidades

Portal Araxá 20/08/2019
No Dia do Ciclista, campanha alerta sobre uso seguro da bicicleta

No Dia do Ciclista, campanha alerta sobre uso seguro da bicicleta

Portal Araxá 19/08/2019
Consulta pública do Future-se é prorrogada até 29 de agosto

Consulta pública do Future-se é prorrogada até 29 de agosto

Portal Araxá 16/08/2019
Profissionalização e ingresso no mercado de trabalho são foco da Secretaria Nacional de Juventude

Profissionalização e ingresso no mercado de trabalho são foco da Secretaria Nacional de Juventude

Portal Araxá 16/08/2019
Brics defende maior cooperação e integração por meio da tecnologia digital

Brics defende maior cooperação e integração por meio da tecnologia digital

Portal Araxá 15/08/2019