UNIARAXÁ EAD – 2020
Estado coloca em prática programa pioneiro de liberdade econômica
Política

Estado coloca em prática programa pioneiro de liberdade econômica

Estado coloca em prática programa pioneiro de liberdade econômica

Minas Livre para Crescer vai diminuir a burocracia e os custos de novos empreendimentos para gerar mais emprego e renda

Desburocratizar é a palavra de ordem do Governo Romeu Zema para simplificar o processo de quem quer investir em Minas e, também, para tornar o estado competitivo e fácil de se empreender. E justamente para reduzir os entraves para criação e desenvolvimento de empreendimentos, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), criou o Minas Livre para Crescer.

O programa busca tornar o estado mineiro referência na ampliação de diretrizes da Lei de Liberdade Econômica, racionalização e otimização da atividade estatal e facilitação de processos que irão impulsionar negócios, gerando emprego e renda. A iniciativa representa o maior programa de liberdade econômica da história de Minas Gerais.

Para o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, a iniciativa pioneira, além de facilitar os processos para criação de negócios, vai simplificar ações que dificultavam a empresários investir ou ampliar seus negócios em Minas. “Esta é uma reforma estrutural criada por meio de um planejamento estratégico desta gestão de governo para atrair olhares de empresários e alavancar a economia do estado”, afirma Passalio.

Participação

Para avançar no objetivo de construir um melhor ambiente de negócios para o empreendedor, o Minas Livre Para Crescer quer ouvir a população, como forma de verificar as principais dificuldades enfrentadas no dia a dia em situações que dependem dos órgãos de governo.

O interessados devem preencher a Matriz de Procedimentos – disponível em www.desenvolvimento.mg.gov.br – e encaminhá-la pelo e-mail minas.livre@desenvolvimento.mg.gov.br.

Simplificar

O Minas Livre para Crescer foi criado após o governo federal alterar, por meio da Declaração de Direitos de Liberdade Econômica da Lei nº 13.874/2019, providências quanto aos procedimentos estatais perante empreendedores, principalmente aos pequenos negócios.

Alguns dos efeitos da nova lei são: extinção de alvarás para atividades de baixo risco; efeito vinculante em decisões administrativas de liberação; afastamento de normas infralegais desatualizadas; proibição de exigência de certidão sem previsão em lei; vedação de emissão de certidão com prazo de validade sobre fatos imutáveis; obrigatoriedade de análise de impacto regulatório; equiparação do documento digital e físico; abuso regulatório e aprovação tática, por exemplo.

Nesse contexto, o programa mineiro está sendo instituído por meio da elaboração e regulamentação da legislação e demais normativas que estabeleçam:

. garantias à livre iniciativa em Minas Gerais;

. desburocratização e simplificação de procedimentos de instituições estaduais que afetem o desenvolvimento de empreendimentos;

. criação, por meio da Ouvidoria-Geral do Estado (OGE), do canal de comunicação oficial para o empreendedor em Minas Gerais;

. difusão para a população dos efeitos das novas normas e medidas;

. garantia da aplicação das normas estabelecidas, tanto em nível federal quanto estadual, pelos agentes públicos estaduais;

. e apoio aos municípios para que possam receber a legislação federal e estadual com foco na liberdade econômica.

TODOS CONTRA A VIOLÊNCIA INFANTOJUVENIL
Política

Mais notícias da Categoria Política

Romeu Zema participa de reunião com governadores do Sul e Sudeste e ministro da Infraestrutura

Romeu Zema participa de reunião com governadores do Sul e Sudeste e ministro da Infraestrutura

Portal Araxá 24/03/2020
Saiba o que pode e o que não pode funcionar no comércio

Saiba o que pode e o que não pode funcionar no comércio

Portal Araxá 21/03/2020
Servidores da Saúde receberão 13° na segunda-feira(23/03)

Servidores da Saúde receberão 13° na segunda-feira(23/03)

Portal Araxá 20/03/2020
Projeto propõe gratuidade no transporte coletivo para cidadãos com consultas ou exames médicos agendados na rede pública

Projeto propõe gratuidade no transporte coletivo para cidadãos com consultas ou exames médicos agendados na rede pública

Portal Araxá 20/03/2020
Câmara aprova projeto de Robson e Raphael que exige álcool gel em estabelecimentos de Araxá

Câmara aprova projeto de Robson e Raphael que exige álcool gel em estabelecimentos de Araxá

Portal Araxá 19/03/2020
Dois Projetos foram aprovados em Reunião Ordinária realizada na terça-feira (17/03)

Dois Projetos foram aprovados em Reunião Ordinária realizada na terça-feira (17/03)

Portal Araxá 18/03/2020