PI 4726 | Banner Agosto | Pref. Municipal de Araxá
Fernanda Castelha propõe regulamentação do comércio de cães e gatos
Política

Fernanda Castelha propõe regulamentação do comércio de cães e gatos

Fernanda Castelha propõe regulamentação do comércio de cães e gatos

A vereadora Fernanda Castelha (PSL) apresentou na última quinta-feira, 7 de março, um Projeto de Lei na Câmara Municipal para regulamentar a comercialização de cães e gatos em Araxá. A parlamentar iniciou seu discurso expondo os motivos que a levaram a elaborar uma legislação específica sobre o tema.

“Existe toda uma questão ética e um debate aprofundado sobre a comercialização de animais, já que ainda são colocados na categoria de coisas ou objetos por muitas pessoas. O direito brasileiro, hoje, já entende que os animais vertebrados são seres sencientes, ou seja, sentem dor, raiva, alegria, tristeza e até saudade. Apesar de eu ser contra a venda de animais, não pretendo entrar neste mérito. Entendo que existe a demanda e todo um mercado em ascensão, por isso vamos tratar a questão de maneira prática, mas considerando, acima de tudo, uma forma mais humana no comércio de animais”, disse a vereadora.

Fernanda levantou 3 principais motivos para a regulamentação:

1º. A Arrecadação de Impostos para o Município que retornem em investimentos específicos;

“Trazer a matéria para o campo jurídico e criar uma legislação específica, é proporcionar melhores condições para os criadores que trabalham com seriedade e responsabilidade. A informalidade no segmento pet tem efeito nocivo para o Município, que deixa de arrecadar impostos importantes que poderiam ser revertidos em investimentos para limpeza urbana, saúde pública, e até mesmo em recursos para o Canil Municipal”, frisou a parlamentar.

2º. Coibir os maus-tratos e abuso contra os animais, praticados pelos criadores ilegais;

“Umas das sugestões neste Projeto de Lei para quem comercializa pets é fazer a microchipagem dos animais. Todos os cães e gatos que forem vendidos devem ser cadastrados e usarem o chip subcutâneo para maior controle e segurança. Apesar de ainda não ser possível rastrear o animal pelo dispositivo via GPS, o objetivo aqui é identificar o animal quando perdido e encontrado, e fazer o cadastramento do CPF de seu responsável. É uma tecnologia relativamente barata pra quem adquire animais a preços tão altos, (o chip custa em média 120 reais), e, com certeza, irá minimizar os abandonos pela cidade, fazendo o dono pensar duas vezes antes de adquirir ou abandonar um animal”, completou.

“A venda de “pets” desamparada por uma lei, propicia também o surgimento de um mercado paralelo, muitos atuando como canis clandestinos, com regras próprias e longe da fiscalização do Poder Público, o que facilita o abuso e maus-tratos contra os animais”, disse.

3º. Diminuir a compra por impulso e a venda sem compromisso por parte dos criadores, que é uma das causas para o abandono.

“Os motivos para o abandono são, quase sempre, triviais. Se a compra fosse feita de maneira planejada e responsável, seriam muito menos animais soltos nas ruas. A aquisição de um filhote passa, necessariamente, por uma venda consciente, legal e que, acima de tudo, respeite a vida desses animais”, frisou Fernanda.

“Em Araxá existem entre 4 e 5 mil cachorros em situação de rua. A maioria dos animais de rua, um dia já tiveram donos, que são os grandes responsáveis pela situação atual. O grande erro das pessoas é achar que a causa em defesa dos animais só contempla os animais! Um dos maiores beneficiados com os animais longe das ruas é o homem! Cães, gatos e outros abandonados na rua são potenciais transmissores de doenças ao homem. As diversas zoonoses, como são conhecidas, podem causar Leptospirose, Sarna, Febre Maculosa, Leishimainose, Raiva e muitas outras, portanto, é questão de Saúde Pública e responsabilidade municipal sua prevenção e o combate de tais enfermidades”, finalizou a vereadora.

EAD UNIARAXÁ
Política

Mais notícias da Categoria Política

Prefeito participou de reuniões em Brasília para tratar do convênio de R$ 45 milhões

Prefeito participou de reuniões em Brasília para tratar do convênio de R$ 45 milhões

Portal Araxá 16/09/2019
Romeu Zema negocia cooperação econômica e comercial com a China em encontro no Norte de Minas

Romeu Zema negocia cooperação econômica e comercial com a China em encontro no Norte de Minas

Portal Araxá 16/09/2019
Fórum debate Geoprocessamento para Cadastro Imobiliário

Fórum debate Geoprocessamento para Cadastro Imobiliário

Portal Araxá 13/09/2019
Retomada de obras cria 776 novas vagas no Sistema Prisional

Retomada de obras cria 776 novas vagas no Sistema Prisional

Portal Araxá 13/09/2019
Projetos voltados para Saúde são aprovados em Plenário

Projetos voltados para Saúde são aprovados em Plenário

Portal Araxá 11/09/2019
Vereadora Fernanda Castelha fala de retaliações que vem sofrendo do poder executivo

Vereadora Fernanda Castelha fala de retaliações que vem sofrendo do poder executivo

Portal Araxá 11/09/2019