UNIARAXÁ EAD – 2020
Governo de Minas encaminha projeto de Lei Orçamentária à Assembleia Legislativa
Política

Governo de Minas encaminha projeto de Lei Orçamentária à Assembleia Legislativa

Governo de Minas encaminha projeto de Lei Orçamentária à Assembleia Legislativa

Também foram apresentadas propostas de revisão do PPAG e do PMDI

Luísa Barreto (secretária adjunta de Planejamento e Gestão), Gustavo de Oliveira Barbosa (secretário de Fazenda do Estado de Minas Gerais), Otto Alexandre Levy Reis (secretário de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais), Antonio Carlos Arantes (1º- vice-presidente da ALMG – PSDB/MG)

O Governo de Minas encaminhou à Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (30/9), o projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para o exercício de 2020. O documento foi entregue pelos secretários de Planejamento e Gestão (Seplag), Otto Levy, e de Fazenda (SEF), Gustavo Barbosa, ao 1° vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Antônio Carlos Arantes, acompanhado do 1º secretário da Casa, deputado Tadeu Martins Leite.

O texto estima as receitas e fixa as despesas do Orçamento Fiscal e do Orçamento de Investimentos das empresas controladas pelo Estado. A receita para 2020 é estimada em R$ 103.523.803.807, enquanto a despesa é fixada em R$ 116.815.995.181.

Assim, o déficit previsto, para 2020, é de cerca de R$ 13,29 bilhões. “Esse valor representa uma queda de quase R$ 2 bilhões em relação a 2019, quando tivemos um rombo de 15,17 bilhões”, destacou o secretário Otto Levy.

Receitas e Despesas

As receitas correntes somam R$ 92,9 bilhões, com as deduções correntes planejadas em R$ 9,9 bilhões. Já as receitas de capital são estimadas em R$ 471 milhões. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) tem a arrecadação estimada em R$ 53,1 bilhões, 76,1% das Receitas de Impostos, Taxas e Contribuições de melhoria.

Do valor da despesa total fixada para o exercício de 2020, R$ 108,2 bilhões referem-se às despesas correntes, R$ 7,6 bilhões às despesas de capital e R$ 1 bilhão à reserva de contingência.

O grupo de despesa “Pessoal e Encargos Sociais” é o mais significativo, representando 50,3% das Despesas Correntes. Já as transferências constitucionais aos municípios, os juros e encargos da dívida e as demais despesas correntes participam, respectivamente, com 15,4%, 4,4% e 29,9% das despesas correntes. Os investimentos estão fixados em R$ 3,7 bilhões.

Geração de empregos

Durante a reunião, também foram entregues projetos de lei contendo a revisão do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI). O PMDI é o planejamento de longo prazo do Estado até 2030, e traz princípios, diretrizes e objetivos estratégicos.

“No documento, apresentamos 31 metas. As metas são desdobradas em 2022, 2026 e 2030. Para este governo, temos, por exemplo, a meta de atrairmos R$ 150 bilhões de investimentos, gerando 600 mil empregos”, afirmou Otto Levy.

Foram definidas quatro bandeiras no PMDI: Governo eficiente e inovador a serviço das pessoas; Governo focado em suas responsabilidades essenciais; Economia mineira como protagonista no desenvolvimento econômico e tecnológico; Governo com alto grau de investimento reconhecido pelas instituições de risco pela excelência na gestão fiscal sustentável.

Transparência

Já o PPAG agrega programas e ações que serão colocados em prática no quadriênio 2020-2023. Nesta revisão, uma inovação torna o documento mais transparente: são apresentados os custos reais de cada uma das políticas públicas executadas pelo Estado, inclusive incorporando o gasto com as despesas de pessoal envolvidas em cada um desses programas.

Os programas do PPAG estão estruturados entre as 14 áreas temáticas definidas na revisão do PMDI, somadas ainda a uma área específica para os demais poderes do Estado. Todos esses programas estão vinculados a diretrizes e objetivos estratégicos definidos no PMDI. O PPAG 2020-2023 contempla uma carteira de 154 programas, distribuídos em 836 ações, que serão monitoradas e avaliadas regularmente.

Também estiveram presentes na entrega dos documentos na Assembleia Legislativa a secretária-adjunta da Seplag, Luísa Barreto, e o secretário-adjunto de Governo, José Geraldo Prado.

Crédito (foto): Sarah Torres/ALMG

SUPER BANNER JANEIRO PREFEITURA – SAÚDE
Política

Mais notícias da Categoria Política

Minas articula plano de ação de equipes de Defesa Civil para chuvas dos próximos dias

Minas articula plano de ação de equipes de Defesa Civil para chuvas dos próximos dias

Portal Araxá 23/01/2020
Governador Romeu Zema participa de cerimônia que marca um ano do rompimento da barragem em Brumadinho

Governador Romeu Zema participa de cerimônia que marca um ano do rompimento da barragem em Brumadinho

Portal Araxá 23/01/2020
Estado supervisiona obras de reparação ambiental em Brumadinho

Estado supervisiona obras de reparação ambiental em Brumadinho

Portal Araxá 23/01/2020
75% dos funcionários estaduais já receberam o 13° salário

75% dos funcionários estaduais já receberam o 13° salário

Portal Araxá 21/01/2020
Romeu Zema participa de abertura da Feira de Móveis de Minas Gerais em Ubá, na Zona da Mata

Romeu Zema participa de abertura da Feira de Móveis de Minas Gerais em Ubá, na Zona da Mata

Portal Araxá 21/01/2020
NOTA OFICIAL – Esclarecimentos sobre o pagamento do 13º salário

NOTA OFICIAL – Esclarecimentos sobre o pagamento do 13º salário

Portal Araxá 17/01/2020