Guiatel
Jovens ganham espaço na gestão do agronegócio e contribuem para o progresso do campo
Rural

Jovens ganham espaço na gestão do agronegócio e contribuem para o progresso do campo

Jovens ganham espaço na gestão do agronegócio e contribuem para o progresso do campo

Segundo pesquisa, a presença entre 20 e 35 anos duplicou nos últimos 4 anos

A 7ª Pesquisa Hábitos do Produtor Rural, iniciativa ABMRA (Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio) e a Informa/FNP constata que a idade média dos produtores rurais caiu 3,1% nos últimos quatro anos, baixando para 46,5 anos. Simultaneamente, aumenta a conectividade do campo. Esses dois fatores estão relacionados entre si.

“O agronegócio apresenta-se como um segmento de alta inovação e os jovens são atraídos para fazer parte dessa revolução tecnológica, contribuindo para o aumento da produção de alimentos com eficiência crescente. No passado, observava-se forte migração dos jovens para os centros urbanos. Agora, estamos constatando uma mudança de direção, a presença de jovens entre 20 e 35 anos saltou de 15% para 27% desde a última pesquisa. Uma vez que suas ideias são ouvidas, eles se sentem parte do negócio, fortalecendo todos os elos da cadeia produtiva”, explica Jorge Espanha, presidente da ABMRA.

Com a importância do agronegócio para o Brasil, a sucessão familiar é um dos pilares a ser trabalhado fortemente, para garantir a tranquilidade da transição de gerações no comando dos negócios, abrindo as porteiras para novas tecnologias, ligadas à Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Big Data e outras.

“Sob esse ponto de vista, valorizar o trabalho do jovem profissional no campo é fundamental para garantir o sucesso do agronegócio. Mais do que nunca, precisamos estar atentos às suas demandas e ouvir mais vozes para que, juntos, utilizemos todo o potencial do agronegócio brasileiro, tornando o campo cada vez mais tecnificado e produtivo”, ressalta Jorge Espanha.

Outro fator captado pela Pesquisa da ABMRA e Informa/FNP e que está diretamente ligado ao aumento da presença dos jovens no campo é o aumento da capacitação dos produtores rurais, com aumento da presença de profissionais de agronomia, medicina veterinária, administração, direito, engenharia agrícola e outras carreiras, além de cursos técnicos que garantem a maior profissionalização dos trabalhadores.

“Sem dúvida, o investimento em conhecimento técnico contribui para que o agronegócio brasileiro salte mais um nível. O trabalho no campo não requer somente esforço físico, mas também informação, para que os negócios sejam cada vez mais produtivos. Precisamos de profissionais capacitados a agregar valor ao campo, com tecnologia, inovação e eficácia”, finaliza o presidente da ABMRA.

Web Código – Agência Digital
Rural

Mais notícias da Categoria Rural

Vacinação do gado contra febre aftosa começa na quinta, 1º de novembro

Vacinação do gado contra febre aftosa começa na quinta, 1º de novembro

Portal Araxá 31/10/2018
Mais de 60 km de estradas rurais já foram patrolados em Araxá

Mais de 60 km de estradas rurais já foram patrolados em Araxá

Portal Araxá 23/08/2018
Sindicato Rural de Uberlândia fecha parceria com a Interleite 2018

Sindicato Rural de Uberlândia fecha parceria com a Interleite 2018

Portal Araxá 17/07/2018
Prazo para vacinação contra febre aftosa é prorrogado para 15 de junho

Prazo para vacinação contra febre aftosa é prorrogado para 15 de junho

Portal Araxá 01/06/2018
Campanha de vacinação contra a Febre Aftosa em Minas Gerais segue até 31 de maio

Campanha de vacinação contra a Febre Aftosa em Minas Gerais segue até 31 de maio

Portal Araxá 24/05/2018
Regularização de terras rurais melhora a vida de mineiros em todo o estado

Regularização de terras rurais melhora a vida de mineiros em todo o estado

Portal Araxá 21/05/2018