Legislativo Promove Fórum Comunitário para Debater os 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher
Social

Legislativo Promove Fórum Comunitário para Debater os 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher

Legislativo Promove Fórum Comunitário para Debater os 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher

A Câmara Municipal realizou na tarde desta quarta-feira (06) um fórum comunitário para discutir os 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher. O evento foi solicitado pela vereadora Maristela Dutra, que presidiu a mesa de honra, ocupada também pelo Secretário Municipal de Ação e Promoção Social Wagner Cruz, pela Cabo da Polícia Militar que atua na Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica (PPVD), Nayara Ferreira Costa, e pela responsável pelo Centro de Atendimento e Referência à Mulher (CRAM) e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Maria Cecília Lemos.

Os 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher são promovidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ocorrem a partir do dia 20 de novembro. A campanha visa estimular ações para alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento de todas as mulheres e meninas, buscando assegurar também a eliminação de todas as formas de violência contra as mulheres nas esferas públicas e privadas, incluindo o tráfico e exploração sexual.

Divulgação

Maristela abriu o evento comentando sua atuação em prol das mulheres e colocando o seu gabinete a disposição para auxiliar neste tipo de situação: “Iniciamos os trabalhos deste Fórum na busca por soluções efetivas e ações para nossa cidade, embasada no trabalho que desenvolvo há mais de 20 anos em prol das mulheres e contra toda e qualquer tipo de violência contra a mulher”.

O Sargento André, que atua na PPVD, trouxe dados sobre este tipo de violência em Araxá e falou da importância do trabalho da rede de enfrentamento à violência doméstica. Ele apontou que atualmente os casos de feminicídio têm sofrido redução no Município.

Maria Cecília Lemos falou sobre os benefícios que a Prefeitura oferece às mulheres e filhos de mulheres que sofrem agressões, buscando prioridade para essas pessoas nas políticas públicas. Ela também destacou a importância de as vítimas saberem quem procurar quando sofrerem qualquer tipo de violência.

Wagner Cruz afirmou que já existe previsão orçamentária para que, em breve, tenham início as obras do CRAM, que terá uma estrutura especial para acolher com urgência as vítimas.

Cabo Nayara esclareceu sobre os diversos tipos de violência, citou situações extremas que a PPVD já atendeu e falou sobre como funciona o trabalho da patrulha. Ela finalizou divulgando os meios pelos quais as mulheres devem buscar ajuda: “Em casos de urgência, a mulher deve ligar para o número 190 e, para informações e orientações, deve entrar em contato com a PPVD através do número 34 99992-1190”.

Mais notícias da Categoria Social

Cemig contribui para restabelecimento de energia no Rio Grande do Sul

Cemig contribui para restabelecimento de energia no Rio Grande do Sul

Portal Araxá 13/05/2024
LBV celebra 39 de serviços prestados em Araxá

LBV celebra 39 de serviços prestados em Araxá

Portal Araxá 23/04/2024
Minas otimiza atendimento a mulheres vítimas de violência sexual

Minas otimiza atendimento a mulheres vítimas de violência sexual

Portal Araxá 19/04/2024
Governo simplifica serviço e 83% dos mineiros renovam CNH

Governo simplifica serviço e 83% dos mineiros renovam CNH

Portal Araxá 19/04/2024
Minas Gerais registra menor nível histórico de crianças sem registro de nascimento

Minas Gerais registra menor nível histórico de crianças sem registro de nascimento

Portal Araxá 17/04/2024
Carteira de identificação especial garante cidadania para mais de 22 mil pessoas com espectro autista

Carteira de identificação especial garante cidadania para mais de 22 mil pessoas com espectro autista

Portal Araxá 08/04/2024