Vecol
Mesmo com queda em junho, supermercados crescem 2% no semestre
Cidade

Mesmo com queda em junho, supermercados crescem 2% no semestre

Mesmo com queda em junho, supermercados crescem 2% no semestre

Greve dos caminhoneiros influenciou resultado negativo do mês, segundo presidente da Abras

O setor de supermercados registrou crescimento de 2% no primeiro semestre de 2018 na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o Índice Nacional de Vendas da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). No mês junho, o setor teve queda de 0,70% ante o mês anterior. Na comparação com junho de 2017 o resultado foi 3,37% maior.

Em valores nominais, as vendas cresceram 5,37% no primeiro semestre. Em junho, apresentaram alta de 0,55% em relação ao mês de maio e, quando comparadas a junho do ano anterior, registraram crescimento de 7,89%, segundo os dados divulgados nesta terça-feira (31).

Consequências

Para o superintendente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), Marcio Milan, a paralisação dos caminhoneiros foi o que impactou no resultado de junho. “Já esperávamos uma queda nas vendas em relação ao mês anterior. Algumas pessoas estocaram produtos no final de maio com a preocupação de que a paralisação se estendesse por mais tempo. O setor também sofreu com o desabastecimento de alguns itens, e isso também refletiu no resultado negativo de junho”, explicou Milan.

Milan ressaltou ainda que apesar de o setor ter crescido no primeiro semestre, a entidade preferiu fazer uma revisão das projeções para 2018, por conta da situação econômica do país. “A nossa projeção inicial era de 3,00%. Mas, com a queda na previsão do PIB para o ano e alta da inflação dos últimos 12 meses (4,39%) próxima da meta do governo, reflexo da paralisação dos caminhoneiros, aliados à alta do dólar e a queda na produção industrial, estamos projetando 2,53% para o encerramento de 2018, um resultado ainda bem positivo, na comparação com o fechamento das vendas de 2017, que registrou 1,25%”

Cesta de produtos

O preço da cesta de produtos Abrasmercado, com 35 produtos de grande uso pelo consumidor apresentou alta de 2,70% junho com relação a maio ao passar de R$ 445,25 para R$ 457,27. As principais altas registradas foram nos itens leite longa vida (20,87%), batata (8,30%), frango congelado (8,13%) e queijo muçarela. No sentido contrário aparecem a cebola (-11,59%), creme dental (-2,62%), farinha de mandioca (-2,54%) e tomate (-1,61%).

A única região que registrou queda nos preços da cesta foi a Norte, com -1,59%. A maior variação apareceu na região Sudeste (6,70%). Na região Centro-Oeste o aumento foi de 3,65%, Sul (3,05%) e no Nordeste (2,48%).

Fonte: Jornal da Manhã

Campanha Vestibular 2019
Cidade

Mais notícias da Categoria Cidade

Buracos tomam conta das vias públicas de Araxá

Buracos tomam conta das vias públicas de Araxá

Portal Araxá 18/10/2018
Governo de Minas Gerais deve mais de R$ 29 milhões para Araxá

Governo de Minas Gerais deve mais de R$ 29 milhões para Araxá

Portal Araxá 18/10/2018
Após anos de espera, 103 famílias recebem escrituras de suas casas

Após anos de espera, 103 famílias recebem escrituras de suas casas

Portal Araxá 16/10/2018
Começa hoje o pagamento de abono para nascidos em outubro

Começa hoje o pagamento de abono para nascidos em outubro

Portal Araxá 16/10/2018
Praça da Igreja de Nossa Senhora da Conceição Aparecida será reformada

Praça da Igreja de Nossa Senhora da Conceição Aparecida será reformada

Portal Araxá 16/10/2018
Prefeitura inicia operação tapa buracos

Prefeitura inicia operação tapa buracos

Portal Araxá 15/10/2018