Minas Consciente inclui venda de alimentos por ambulantes como serviço essencial
Minas Gerais

Minas Consciente inclui venda de alimentos por ambulantes como serviço essencial

Minas Consciente inclui venda de alimentos por ambulantes como serviço essencial

Pipoqueiros, carrinhos de cachorro-quente e food trucks são atividades que passam a integrar a onda verde

Belo_Horizonte_MG, 02 de Julho de 2020
O Governador de Minas Gerais Romeu Zema participa por videoconferencia de Solenidade de Assinatura do Decreto do Cooperaf-MG
Foto: Pedro Gontijo / Imprensa MG

Os vendedores ambulantes de alimentos dos municípios que fazem parte do plano Minas Consciente poderão, a partir de agora, retomar suas atividades comerciais de forma segura e responsável. A reclassificação foi deliberada durante reunião do Comitê Executivo que, por unanimidade, aprovou a inserção da atividade econômica na onda verde, por se tratar de ação realizada em ambiente aberto e similar às feiras livres. O funcionamento deverá ser feito pelo sistema de retirada do produto no local ou método de entrega, seguindo o protocolo de restaurantes, bares e padarias.

O secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, destaca que, para a tomada de decisão, o grupo analisou a situação em todas as macrorregiões, conforme apresentação dos dados do Centro de Operação de Emergências em Saúde (Coes-Minas). “O plano Minas Consciente busca atuar de forma harmoniosa entre a Saúde e o Desenvolvimento Econômico. Todos os dados são levados para análise, e a mudança acontece com segurança, pensando sempre na saúde e na vida dos mineiros”, diz.

Os vendedores ambulantes de alimentos podem acessar o site do Minas Consciente para ver o protocolo que deve ser adotado. O documento descreve as orientações para os funcionários e para os clientes, obedecendo a regras de higiene e segurança.

O plano Minas Consciente contabilizou, até o final dessa quinta-feira (2/7), 169 municípios aderidos, atingindo um total de mais de 4 milhões de pessoas impactadas. A planilha das cidades é atualizada diariamente e disponibilizada no site www.mg.gov.br/minasconsciente.

Ondas

O Minas Consciente setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” (onda verde – serviços essenciais; onda branca – primeira fase; onda amarela – segunda fase; onda vermelha – terceira fase) a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença.

Ressalta-se que existem setores econômicos que, devido ao grande risco de propagação da doença, compõem um grupo à parte, que só poderá ter suas atividades retomadas após normalização da situação pandêmica no Brasil. A partir desta iniciativa, o Governo de Minas busca conduzir a atuação dos municípios de forma coordenada, trazendo mais controle e efetividade para o enfrentamento da situação atual.

Minas Gerais

Mais notícias da Categoria Minas Gerais

Minas Consciente estuda abordagem específica para cidades com rede de Saúde suplementar

Minas Consciente estuda abordagem específica para cidades com rede de Saúde suplementar

Portal Araxá 13/08/2020
Proprietários de veículos registrados em Minas já podem imprimir o CRLV em casa

Proprietários de veículos registrados em Minas já podem imprimir o CRLV em casa

Portal Araxá 13/08/2020
Romeu Zema participa de lançamento de linha de cafés especiais produzidos em Minas

Romeu Zema participa de lançamento de linha de cafés especiais produzidos em Minas

Portal Araxá 13/08/2020
Recursos aplicados na Bacia do Rio Doce vão melhorar infraestrutura em 210 escolas estaduais mineiras

Recursos aplicados na Bacia do Rio Doce vão melhorar infraestrutura em 210 escolas estaduais mineiras

Portal Araxá 12/08/2020
Receita Estadual desarticula esquema de fraudes no setor de vinhos

Receita Estadual desarticula esquema de fraudes no setor de vinhos

Portal Araxá 12/08/2020
Estado vai repassar R$ 3 milhões para hotéis receberem pessoas vulneráveis com covid-19

Estado vai repassar R$ 3 milhões para hotéis receberem pessoas vulneráveis com covid-19

Portal Araxá 12/08/2020