Minas debate internacionalização do turismo e da gastronomia no Senado
Turismo

Minas debate internacionalização do turismo e da gastronomia no Senado

Minas debate internacionalização do turismo e da gastronomia no Senado

Audiência pública discute ações para o desenvolvimento regional; Convidados destacam originalidade e tradições brasileiras

Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) foi uma das participantes, nesta quinta-feira (30/9), de audiência pública da Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado Federal. A 15ª Reunião Ordinária debateu a internacionalização da Economia Criativa, da Gastronomia e do Turismo como indutores do desenvolvimento regional, tendo, como exemplos, as características gastronômicas e culturais dos estados do Sudeste brasileiro.

Realizada de forma semipresencial, no plenário do Senado, em Brasília, a audiência contou, entre outros convidados, com presença do secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira. Na oportunidade, ele destacou os atrativos de Minas Gerais – reconhecido nacionalmente como destino de roteiros gastronômicos – no cenário de retomada das atividades turísticas em todo o país.

“Temos que refletir que toda experiência turística é uma experiência cultural. A cultura é o único elemento capaz de promover uma experiência verdadeira na pessoa quando ela está em viagem. Nessa questão da experiência, a gastronomia tem uma função muito importante, pois, em Minas Gerais, 30% das pessoas que nos visitam, querem conhecer o frango com ora-pro-nóbis, o queijo, a goiabada”, destaca Oliveira.

O secretário, aponta, ainda, que a redescoberta do país no cenário de pós-pandemia passa, também, pela questão da originalidade. De acordo com Oliveira, a gastronomia está ligada ao afeto e à proximidade, elementos de segmentação e que podem auxiliar na promoção do turismo.

“Em Minas Gerais, talvez, como em nenhum outro lugar, a cozinha tenha tanto sentido. Nós nascemos na cozinha e nos criamos na cozinha. É lá que temos nosso afeto. A cozinha, em especial a Cozinha Mineira, é muito mais que a gastronomia. Ela significa todo um contexto para o povo mineiro. Estar na cozinha é um ato da própria essência da mineiridade, e são essas descobertas que vão nos impulsionar”, reforça.

Para a senadora Kátia Abreu, que também é presidente da Comissão de Relações Exteriores, as conversas sobre o tema são fundamentais para olhar o desenvolvimento do país além das fronteiras domésticas. Segundo a parlamentar, “Minas é conhecida do Oiapoque ao Chuí. Nós precisamos que ela atravesse o mar e fique conhecida em outras localidades, sendo um roteiro gastronômico internacional”, afirma.

O ciclo de debates sobre o tema faz parte de um dos eixos do plano de trabalho da comissão. O primeiro aconteceu no início de setembro e destacou as particularidades da Região Norte. Ainda ao longo do ano serão pauta das reuniões da CRE as tradições das demais regiões brasileiras.

Também participaram da audiência pública o presidente da Associação das Operadoras de Turismo, Roberto Nedelciu; o gerente de gabinete da diretoria de marketing, inteligência e comunicação da Embratur, André Luiz Lira Reis; o consultor e pesquisador em história cultural, Carlos Alberto Pereira Júnior; e a chef Kátia Barbosa, que enfatizou a necessidade de os brasileiros entendam suas origens para se tornar uma potência gastronômica internacional.

Parcerias

Na quarta-feira (29/9), também em Brasília, o secretário Leônidas Oliveira e o presidente da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), Jefferson da Fonseca, estiveram com o presidente nacional do Sebrae, Carlos Melles, com a proposta de efetuarem parcerias com a instituição. O objetivo é qualificar os serviços turísticos em Minas Gerais, considerando que o estado vive um momento histórico, de crescimento e reposicionamento na competitividade turística.

Minas Gerais tem registrado, nos últimos meses, importantes e diversos reconhecimentos que atestam o estado como tendência no turismo nacional. Tem crescido 10% a mais que a média dos destinos nacionais, segundo o IBGE. Sendo assim, a parceria com o Sebrae proporcionará aos empreendimentos que fazem parte da cadeia produtiva do turismo no estado, como hotéis, bares e restaurantes e outros ligados ao setor, oportunidades de qualificação, com o objetivo de melhorar os serviços oferecidos no estado e colocar Minas Gerais definitivamente como o principal destino do país.

Turismo

Mais notícias da Categoria Turismo

Concurso Internacional da Expoqueijo Brasil já tem 500 inscritos de sete países

Concurso Internacional da Expoqueijo Brasil já tem 500 inscritos de sete países

Portal Araxá 20/10/2021
Turismo em MG movimenta bilhões na economia e quadruplica crescimento em número de empregos

Turismo em MG movimenta bilhões na economia e quadruplica crescimento em número de empregos

Portal Araxá 18/10/2021
Estado promove seminário sobre marketing de destinos turísticos

Estado promove seminário sobre marketing de destinos turísticos

Portal Araxá 28/09/2021
Encontro do Circuito Turístico Nascente das Gerais e Canastra em Araxá define reposicionamento de marca 

Encontro do Circuito Turístico Nascente das Gerais e Canastra em Araxá define reposicionamento de marca 

Portal Araxá 13/09/2021
Rede Tauá reabre Grande Hotel em Araxá

Rede Tauá reabre Grande Hotel em Araxá

Portal Araxá 09/09/2021
Araxá assina Termo de Cooperação para o Turismo Rural e oficializa adesão ao Circuito Turístico Nascentes das Gerais e Canastra 

Araxá assina Termo de Cooperação para o Turismo Rural e oficializa adesão ao Circuito Turístico Nascentes das Gerais e Canastra 

Portal Araxá 27/08/2021