PMA – Agosto.2022 – Obra viaduto
Mulheres são mais propensas a desenvolver doenças oculares
Saúde

Mulheres são mais propensas a desenvolver doenças oculares

Mulheres são mais propensas a desenvolver doenças oculares

Enquanto elas são mais suscetíveis ao olho seco e têm problemas relacionados ao uso da maquiagem, eles sofrem com daltonismo, segundo oftalmologista da Clínica de Oftalmologia Integrada

As mulheres queixam-se com maior frequência de problemas de visão do que os homens. De acordo com levantamento feito pelo Healthy Sight Institute, 57% das brasileiras entrevistadas declararam ter alguma patologia, enquanto entre os homens o percentual foi de 47%. Não é apenas o uso de maquiagem que influencia nesse resultado: os hormônios são grandes culpados por essa diferença entre os gêneros.

O estrogênio, associado ao controle da ovulação e ao desenvolvimento de características femininas, é um dos responsáveis pela predisposição ao ressecamento de mucosas dos olhos, boca e órgão genital. Isso torna mulheres mais suscetíveis a enfermidades como a síndrome do olho seco, doença ocular que mais as atinge, causada pela deficiência na lubrificação do órgão da visão, segundo Ricardo Filippo, especialista em Oftalmologia e Oncologia Ocular e sócio fundador da COI – Clínica de Oftalmologia Integrada

Nos últimos meses de gravidez, as mulheres também se queixam de maior sensibilidade ocular; as doenças autoimunes como lúpus, artrite reumatoide e esclerose múltipla atingem com maior frequência o sexo feminino, expondo-as ainda mais. “Os homens, por sua vez, sofrem com daltonismo. Apesar de não ser uma patologia muito comum, é hereditária e recessiva ligada ao cromossomo X, por isso acomete praticamente apenas o sexo masculino”, explica o oftalmologista.

A chegada da terceira idade aumenta o risco de afecções oftalmológicas, pois com o decorrer dos anos os tecidos oculares envelhecem, somando-se às inúmeras alterações morfológicas nos olhos. “Catarata e glaucoma são recorrentes nessa fase. As mulheres, ao atingirem a menopausa, ficam ainda mais suscetíveis, devido ao desequilíbrio e alteração dos hormônios que aumentam a propensão a distúrbios”, detalha.

Outro agravante e quase unanimidade entre as mulheres, o uso constante de maquiagem leva duas em cada dez pacientes a apresentarem problemas oculares, aponta a Sociedade Brasileira de Oftalmologia. Lesões na córnea, processos alérgicos, terçol e entupimento das glândulas de gordura da pálpebra são algumas das complicações pela falta de cuidado e uso de produtos fora da validade. “O compartilhamento de produtos, itens vencidos e descuido na hora de aplicá-los, falta de higienização dos pincéis e até mesmo a falta de assepsia da pele podem tornar os olhos vulneráveis a sérios problemas”, alerta Ricardo.

Por ser uma região extremamente delicada, a Clínica de Oftalmologia Integrada recomenda cuidados essenciais ao fazer a maquiagem, a fim de evitar traumas ou infecções:

1) Contornar as pálpebras com o lápis, apenas do lado de fora, em pequena quantidade e com atenção para não encostar na córnea;

2) Preferir o rímel lavável ao à prova d’água, pois sai com mais facilidade e evita o atrito na área;

3) Remover a maquiagem diariamente antes de dormir;

4) Investir em bons demaquilantes ou usar xampu infantil, por ter formulação neutra e não agredir a pele, para a assepsia.

CBMM – Bichos do Cerrado
Saúde

Mais notícias da Categoria Saúde

Prefeitura de Araxá define novos pisos salariais para profissionais de enfermagem

Prefeitura de Araxá define novos pisos salariais para profissionais de enfermagem

Portal Araxá 12/08/2022
Prefeitura convoca população 18+ para a 3ª dose da vacina Covid-19

Prefeitura convoca população 18+ para a 3ª dose da vacina Covid-19

Portal Araxá 11/08/2022
Anvisa analisa cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos

Anvisa analisa cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos

Portal Araxá 11/08/2022
Pacientes imunocomprometidos ou com infecções fúngicas terão novas opções de tratamento pelo SUS

Pacientes imunocomprometidos ou com infecções fúngicas terão novas opções de tratamento pelo SUS

Portal Araxá 10/08/2022
Araxá inicia Campanha Contra a Poliomielite e multivacinação; confira o público-alvo

Araxá inicia Campanha Contra a Poliomielite e multivacinação; confira o público-alvo

Portal Araxá 10/08/2022
Vacinação contra a Covid-19 acontece de manhã e à tarde

Vacinação contra a Covid-19 acontece de manhã e à tarde

Portal Araxá 09/08/2022