Bem Brasil Alimentos – Agosto/2020
Partidos terão que repartir dinheiro e tempo de TV entre negros e brancos já nestas eleições, diz STF
Política

Partidos terão que repartir dinheiro e tempo de TV entre negros e brancos já nestas eleições, diz STF

Partidos terão que repartir dinheiro e tempo de TV entre negros e brancos já nestas eleições, diz STF

Partidos políticos terão que repartir recursos de seus fundos eleitorais e o tempo de rádio e televisão proporcionalmente entre candidatos brancos e negros já nas eleições deste ano

O entendimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski é que a implementação dos incentivos para candidatos negros já nas eleições de 2020 não causará nenhum prejuízo para as legendas.

Com a medida, o ministro acatou ação do PSOL que contestava decisão anterior do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que determinou que tal partilha só teria início a partir do pleito de 2022. A decisão ainda será levada ao plenário da Corte.

Em 2019, a deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) apresentou ao TSE uma consulta sobre a possibilidade de destinação de vagas e divisão proporcional do fundo eleitoral, bem como dos demais recursos de campanha, para candidatos negros, nos moldes do que é feito para candidatura de mulheres.

Em agosto, a corte eleitoral decidiu que os partidos terão que destinar recursos do fundo eleitoral de maneira proporcional à quantidade de candidatos negros e brancos, aplicando regra similar à propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio. Porém, por maioria de votos, os ministros definiram que a regra só seria obrigatória para as eleições gerais de 2022.

O PSOL recorreu da decisão por meio de medida cautelar, solicitando que o pedido fosse reconhecido já para as eleições que ocorrem no fim deste ano. Segundo o partido, a não admissão dos incentivos às candidaturas de pessoas negras já neste pleito viola dos princípios e direitos constitucionais.

Na avaliação do relator da ação, ministro Lewandowski, a corte eleitoral “somente determinou que os partidos políticos procedam a uma distribuição mais igualitária e equitativa dos recursos públicos que lhe são endereçados”.

“E é escusado dizer que, em se tratando de verbas públicas, cumpre às agremiações partidárias alocá-las rigorosamente em conformidade com os ditames constitucionais, legais e regulamentares pertinentes”, afirmou Lewandowski.

MOVE – Super Banner
Política

Mais notícias da Categoria Política

Nomes de Lídia Jordão e Fabiano Santos Cunha homologados em convenção para as Eleições 2020

Nomes de Lídia Jordão e Fabiano Santos Cunha homologados em convenção para as Eleições 2020

Portal Araxá 15/09/2020
Raphael Rios volta a cobrar manutenção da iluminação pública; Araxá já está há 7 meses sem o serviço

Raphael Rios volta a cobrar manutenção da iluminação pública; Araxá já está há 7 meses sem o serviço

Portal Araxá 09/09/2020
Deputado Bosco destina mais de R$ 460 mil para as escolas de Araxá

Deputado Bosco destina mais de R$ 460 mil para as escolas de Araxá

Portal Araxá 20/08/2020
Raphael Rios propõe lei que autoriza condições para quitação de débitos de organizações do terceiro setor

Raphael Rios propõe lei que autoriza condições para quitação de débitos de organizações do terceiro setor

Portal Araxá 19/08/2020
Fabiano protocola documento em BH, com assinatura de Vereadores de toda região, para duplicação da BR-262

Fabiano protocola documento em BH, com assinatura de Vereadores de toda região, para duplicação da BR-262

Portal Araxá 12/08/2020
LDO para o Exercício de 2021 é aprovada em Plenário

LDO para o Exercício de 2021 é aprovada em Plenário

Portal Araxá 05/08/2020