EAD UNIARAXÁ
Romeu Zema participa do Mundial do Queijo do Brasil, em Araxá
Cultura

Romeu Zema participa do Mundial do Queijo do Brasil, em Araxá

Romeu Zema participa do Mundial do Queijo do Brasil, em Araxá

Governador entrega a produtores Selo Arte que reconhece e valoriza a produção de queijo artesanal no estado

imagem de destaque

Crédito: Gil Leonardi/Imprensa MG Governador Romeu Zema, visita Mundial do Queijo do Brasil, em Araxá

O governador Romeu Zema participou, nesta sexta-feira (9/8), em Araxá, no Alto Paranaíba, da abertura oficial do Mundial do Queijo do Brasil. Durante o evento, Romeu Zema entregou o Selo Arte a produtores do Queijo Minas Artesanal de diferentes regiões. Minas Gerais é o primeiro estado a entregar o certificado, que valoriza o produto e impulsiona a sua produção e comercialização.

“Fiz questão de comparecer aqui nesta primeira feira internacional do queijo porque Minas Gerais é o maior produtor de queijo do Brasil. Isso tem uma representatividade muito grande na nossa economia e o meu governo vai fazer de tudo para levar esse queijo tão bom, que nós temos aqui, para outros estados e para o exterior também. Tenho me empenhado pessoalmente, porque nós temos uma riqueza, um produto maravilhoso e precisamos divulgá-lo melhor”, afirmou o governador.

Além de entregar os certificados, Romeu Zema percorreu a feira e conversou com produtores, comerciantes e visitantes. O governador e a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, foram homenageados pela Guilde Internationale de Fromagers – um dos principais reconhecimentos do mundo queijeiro -, por suas trajetórias de apoio à produção de queijos,. A Guilde Internationale de Fromagers é uma organização sem fins lucrativos, criada em 1969, na França, associada à Confrarie de Saint Uguzon, que tem como propósito transmitir o saber queijeiro. Ela reúne pessoas relacionadas às cadeias da produção leiteira no mundo inteiro.

Minas é o primeiro Estado do país a entregar o Selo Arte a produtores de queijos artesanais. Treze produtores do Queijo Minas Artesanal (QMA) de diferentes regiões do estado receberam o certificado. Regulamentado pelo governo federal, no mês passado, o Selo Arte viabiliza a comercialização interestadual dos produtos artesanais de origem animal. Neste primeiro momento, receberam o selo os produtores artesanais cujas queijarias já estão registradas no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), instituição vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), responsável pela defesa agropecuária em Minas.

Além da entrega inédita do Selo Arte, que reforça a tradição e o papel de destaque mineiro como referência na produção de queijos artesanais no país, o Governo de Minas, por meio da Secretaria da Agricultura e de suas vinculadas (Emater-MG, Epamig e IMA), tem programação diversificada nesta primeira edição do Concurso Mundial do Queijo do Brasil, que vai até este domingo (11/8). O evento reúne produtores e especialistas de várias partes do mundo, além de variados tipos de queijos nacionais e internacionais que participam de um concurso para a premiação dos melhores. São esperados mais de 500 queijos concorrentes, entre artesanais e industrializados.

Ana Valentini destacou que o selo atesta que o produto obedece a controles sanitários, garantindo a qualidade da produção artesanal. “Essa entrega é de grande importância pra Minas, que é o maior estado produtor de leite do Brasil e é responsável pela produção de 25% do queijo de todo o país. Esse reconhecimento abre ainda mais o mercado para os nossos produtores, principalmente para os pequenos, que o fazem de forma artesanal”, destacou.

Também participaram da cerimônia o ministro de Estado de Turismo, Marcelo Álvaro Antônio; o presidente da Emater-MG, Gustavo Laterza; e o diretor-geral do IMA, Thales Fernandes.

Investimentos

Em mais uma edição do “Giro pelo Estado”, o governador cumpriu uma série de agendas em Araxá. Pela manhã, Romeu Zema e o prefeito da cidade, Aracely de Paula, assinaram protocolo de intenções para a implementação da fábrica de batatas pré-fritas congeladas McCain.

A previsão é de que sejam investidos R$ 250 milhões na construção do empreendimento, gerando cerca de 100 empregos diretos na fábrica. O Governo de Minas e a MacCain ainda estão discutindo os termos e condições de incentivos que o Estado irá oferecer à empresa, celebrando, posteriormente, um acordo específico.

“A MacCain está acreditando aqui na nossa região, que tem um potencial agrícola gigantesco. Ontem mesmo (8/8) estive em Campo Florido (Triângulo Mineiro), na Mega Cana, que é a região que tem a maior produtividade em cana de açúcar do Brasil e com um potencial muito grande ainda para crescer. Quero que o meu governo seja lembrado como aquele que criou empregos, que atraiu empresas. A bandeira do nosso governo não é de grandes obras, até porque não temos muito dinheiro, mas vai ser a de um governo que apoia quem gera emprego, investe e contribui para o desenvolvimento. É disso que Minas precisa e que vai fazer diferença para nós”, afirmou.

Também participaram do evento os secretários de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira; e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini; além do deputado federal Mário Heringer e o deputado estadual Bosco.

Congresso

Ainda em Araxá, Romeu Zema participou, na parte da tarde, do III Congresso Brasileiro da Magistratura e do Ministério Público para o Meio Ambiente, onde presidiu o painel de debate sobre o Meio Ambiente nos Tribunais Superiores e teve como principal palestrante o presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha.

O governador defendeu a simplificação de processos, sem perder a qualidade técnica e a preservação do meio ambiente, mas que possa permitir o desenvolvimento econômico de Minas e do país.

“A legislação é passível de aperfeiçoamentos, mas sempre lembrando que é preciso preservar o meio ambiente. Tudo pode ser aperfeiçoado, a legislação precisa ter essa dinâmica, espelhar novos conhecimentos científicos, novas descobertas, rever o que foi feito de forma inadequada”, disse.

Também participaram do painel de discussões o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Nelson Missias; o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet; a presidente da Associação Brasileira de Membros dos Ministérios Públicos do Meio Ambiente, Cristina Seixas; o procurador de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior; e o secretário de Estado de Meio Ambiente, Germano Vieira.

PI 4726 | Banner Agosto | Pref. Municipal de Araxá
Cultura

Mais notícias da Categoria Cultura

Inscrições abertas para o 1° Concurso Miss e Mister Beleza Negra Kids

Inscrições abertas para o 1° Concurso Miss e Mister Beleza Negra Kids

Portal Araxá 13/09/2019
Secretaria de Cultura e Turismo lança Edital Orquestra de Minas

Secretaria de Cultura e Turismo lança Edital Orquestra de Minas

Portal Araxá 02/09/2019
Projeto cultural: ‘Minha Memória Tem Histórias’

Projeto cultural: ‘Minha Memória Tem Histórias’

Portal Araxá 28/08/2019
7ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural é realizada em Araxá

7ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural é realizada em Araxá

Portal Araxá 27/08/2019
Prefeitura realiza 7ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural

Prefeitura realiza 7ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural

Portal Araxá 22/08/2019
Minas Gerais é destaque no primeiro Mundial do Queijo do Brasil

Minas Gerais é destaque no primeiro Mundial do Queijo do Brasil

Portal Araxá 15/08/2019