Bem Brasil Alimentos – Agosto/2020
A reinvenção digital dos projetos sociais no Brasil em meio à pandemia
Cultura

A reinvenção digital dos projetos sociais no Brasil em meio à pandemia

A reinvenção digital dos projetos sociais no Brasil em meio à pandemia

Em Uberlândia (MG), três iniciativas dão exemplo de criatividade e perseverança, ampliando o acesso da população de forma gratuita e ilimitada através internet. Vagas estão abertas!

Reconhecido pelos projetos de formação em arte e educação que desenvolve, o EMCANTAR Social atravessa um momento ímpar em sua história, como desdobramento da pandemia do coronavírus.

Foram 23 anos encantando crianças e adolescentes em oficinas de música, teatro, literatura, e muito mais, até então de forma presencial. Todos os dias, suas oficinas reuníam centenas de alunos da periferia para manhãs e tardes cheias de aprendizado não só em arte, mas especialmente em cidadania, comunicação, trabalho em equipe e tantas outras habilidades e competências necessárias no mundo atual. Tudo isso com direito a transporte e lanche gratuitos no Clube Cesag, setor leste da cidade.

De repente, todos os planos elaborados para o ano tiveram que ser repensados. Tarefa desafiadora para a equipe que, já no início dos anos 90, colaborou fortemente para que o conceito de responsabilidade social fosse compreendido pela sociedade. Quem conta um pouco dessa história de perseverança e reinvenção é o próprio fundador do EMCANTAR, Marco Aurélio Querubim.

“Nós estamos construindo nossa terceira década de trabalho no terceiro setor no Brasil, com a missão de levar arte, cultura e educação para as pessoas. Nunca foi fácil. Atravessamos muitas fases para chegar até aqui e pretendemos passar por mais este desafio com fé e dedicação no intuito de levar o melhor para as pessoas”, diz Querubim.

Já a coordenadora do EMCANTAR Social, Ana Lopez, conta que foi necessário um período de incubação para a reinvenção digital do seu maior projeto social de 2020, que atenderá centenas de participantes, agora de forma online. “Como base para a estratégia de reinvenção das ações, realizamos uma cuidadosa pesquisa com o público para delinear o melhor formato para as oficinas através da internet”, conta Lopez.

Assim, de Agosto a Dezembro, serão oferecidas oficinas semanais regulares pela internet com conteúdo exclusivo através do projeto Manutenção EMCANTAR. Além disso, dezenas de vídeos com conteúdos complementares, lives formativas conduzidas por educadores e lives artísticas realizadas pelo próprio Grupo EMCANTAR estarão disponíveis no Youtube/emcantar, ampliando assim de forma ilimitada o acesso da população a estes conteúdos que terão como base a metodologia educacional desenvolvida pelo grupo ao longo de mais de duas décadas.

“Estamos passando por uma imersão na tecnologia para transformar tudo o que fazíamos presencialmente em conteúdo digital. É um desafio, é uma nova forma, e estamos muito empenhados. No final do ano, vamos conferir o resultado produzido pelos próprios participantes do projeto”, enfatiza Querubim.

Para Evellyn Araújo, de 12 anos, que já participava das oficinas presenciais do EMCANTAR Social, diz que a mudança impacta sua rotina e adaptar a ela exige dedicação, o mesmo ingrediente que foi necessário para que os projetos fossem reinventados. “Eu fiquei preocupada para saber se o projeto continuaria ou não. Agora, estou aliviada de poder continuar de forma on line”, comemora.

Projeto CineOLHAR nunca foi tão atual

A mesma realidade está sendo vivenciada pela cineasta, Aline Miguel, que também desenvolve há vários anos um trabalho de formação em cinema com crianças e adolescentes de Uberlândia. Ela conta que o desafio é grande, mas nem tanto quando o assunto é vídeo. “No caso do CineOLHAR, já trabalhamos com o digital, estamos sempre em contato com a tecnologia e enfatizando a importância de saber manipulá-la. Assim, acredito que nunca foi tão importante oportunidades como esta que as crianças estão tendo, de aprender com prazer a mexer nas ferramentas de vídeo, áudio e internet. O mercado de trabalho está cheio de oportunidades na área”, comenta Miguel.

Através do projeto CineOLHAR, os participantes terão acesso exclusivo e gratuito às oficinas semanais regulares de audiovisual online entre agosto e dezembro, além de acesso a workshops sobre gêneros do audiovisual com profissionais da área. Os workshops serão estendidos ao público em geral que se interessar pelo assunto e estarão disponíveis no canal @cineolhar no Youtube, bem como os vídeos produzidos pelos próprios participantes do projeto que serão desenvolvidos ao longo do semestre no processo de formação em cinema.

Projeto Dedo de Verso vai além e alcança streamings de áudio

E a criação poética? Haverá reinvenção para ela também, num contexto em que vídeo e áudio parecem estar beneficiados? Como criatividade não é problema nessa área, ao contrário, sempre é solução, o projeto Dedo de Verso é quem dá agora o exemplo da reinvenção.

Projeto de formação em criação e performance literária, Dedo de Verso tem como intuito estimular a perspectiva da Literatura como linguagem artística universal que pode ser exercida por todos. Na perspectiva da palavra falada ou cantada, o projeto aponta para a transversalidade artística, promovendo diálogos com as linguagens teatral e musical.

Um de seus educadores, Rafael Michalichem, conta que, por causa da pandemia e do processo de distanciamento social, os objetivos do projeto foram ampliados e agora o projeto terá como resultado um álbum musical.

“Os participantes inscritos no projeto Dedo de Verso também estão tendo oficinas semanais regulares através da internet, acesso a vídeos complementares e workshops com escritores e arte-educadores. A partir destas experiências, produzirão coletivamente poemas e canções em formato de álbum musical que ao final estará disponível para quem quiser ouvir nas plataformas digitais do áudio”, explica Michalichem.

Como participar?

Ainda há vagas disponíveis para participar das oficinas. Para mais informações e inscrições, basta entrar em contato através do telefone do Programa Transforma (34) 3216-6146 ou pelo email contato@emcantar.org

Sobre os projetos

Manutenção EMCANTAR é um projeto realizado pela Cia Cultural EMCANTAR em parceria com Programa Transforma e patrocínio do Instituto Algar, executado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

CineOLHAR – Ano III é um projeto realizado pela proponente Aline Miguel, em parceira com Programa Transforma, com patrocínio do Instituto Algar e incentivo da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de MG.

Dedo de Verso é um projeto realizado pelo proponente Ênio Bernardes de Andrade, em parceira com Programa Transforma, com patrocínio do Instituto Algar e incentivo da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de MG.

Sobre o Instituto Algar

Por acreditar que a educação é o caminho que vai levar o Brasil a uma realidade melhor, o Grupo Algar investe, desde 1994, em programas sociais voltados à comunidade. A ideia é contribuir com a melhoria da qualidade da educação brasileira. Ao longo dos anos, estes programas cresceram e, em 2002, passaram a ter a gestão do Instituto Algar, que hoje atua nas frentes: educação, cultura, esporte e voluntariado.

TODOS CONTRA A VIOLÊNCIA INFANTOJUVENIL
Cultura

Mais notícias da Categoria Cultura

Recupere sua autoestima com essas 10 dicas

Recupere sua autoestima com essas 10 dicas

Portal Araxá 01/12/2020
Festival de gastronomia incentiva criação de novos pratos em bares e restaurantes de Araxá

Festival de gastronomia incentiva criação de novos pratos em bares e restaurantes de Araxá

Portal Araxá 26/11/2020
Inscrições abertas para a Lei Aldir Blanc em Araxá

Inscrições abertas para a Lei Aldir Blanc em Araxá

Portal Araxá 25/11/2020
Prefeitura de Araxá reabre Teatro Municipal

Prefeitura de Araxá reabre Teatro Municipal

Portal Araxá 24/11/2020
Grupo EMCANTAR apresenta espetáculo inédito ENTREDENTES

Grupo EMCANTAR apresenta espetáculo inédito ENTREDENTES

Portal Araxá 24/11/2020
Projeto de música adapta-se na pandemia e resultado é surpreendente

Projeto de música adapta-se na pandemia e resultado é surpreendente

Portal Araxá 24/11/2020