Circuito Liberdade tem atrações com acessibilidade garantida

Cultura Acessível

Circuito Liberdade tem atrações com acessibilidade garantida
Circuito Liberdade tem atrações com acessibilidade garantida

Graduada em Artes Visuais – Ênfase em Bidimensional, Literatura Plena em Arte-Educação pela Universidade Federal de Uberlândia, experiências na área de ensino Arte-Educação em instituições culturais, escolas da rede municipal/rural, estadual, particular e federal profissionalizante.

Circuito Liberdade tem atrações com acessibilidade garantida

Equipamentos culturais estão preparados para receber pessoas com algum tipo de deficiência

imagem de destaque

Leo Lara/Studio Cerri A Casa Fiat de Cultura apresenta peças multissensorais em suas exposições

Que Minas Gerais é um estado cultural todos sabem. Mas o que nem todos sabem é que muitos dos equipamentos culturais que integram o Circuito Liberdade são adaptados para receber portadores de alguma deficiência.

O Circuito Liberdade, inaugurado em 2010, é reconhecido como um grande corredor de cultura do país. Localizado em uma área histórica de Belo Horizonte, a Praça da Liberdade e seu entorno, é composto por 16 instituições, entre museus, centros de cultura e de formação.

Em vários equipamentos, a pessoa com alguma deficiência, seja visual, física ou auditiva, tem acesso a exposições, filmes ou livros de seu interesse. Ela pode desfrutar de várias atividades e ter sua inserção cultural e social facilitada. Conheça alguns desses espaços e suas peculiaridades.

Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais

Um exemplo de acessibilidade é o serviço oferecido pela Biblioteca Pública – referência nacional em acessibilidade e inclusão – o Setor Braille. (Braille é um sistema de escrita tátil usado por pessoas cegas ou com baixa visão).

No espaço, que funciona no prédio sede da biblioteca, pessoas com deficiência visual têm acesso à informação e à literatura por meio de livros em braille e recebem orientação para suas pesquisas e estudos. O acervo é composto por obras da literatura infanto-juvenil, literatura brasileira e estrangeira, disponíveis para consulta e empréstimo domiciliar. O setor também produz, por meio de impressoras especiais, alguns títulos solicitados pelos usuários que são transcritos para o Sistema Braille.

O acesso à internet em computadores com sintetizadores de voz também é disponibilizado, além do ampliador de tela, lupa eletrônica de mesa e lupa portátil, para leitores com baixa visão. Também é oferecido serviço de voluntariado, que atua fazendo leitura viva voz, transcrições de textos e gravações.

O espaço também oferece cursos, exposições temporárias, clube de leitura e o Cine Braille (exibição de filmes com áudio-descrição). Os dvds ficam disponíveis para empréstimo domiciliar.

Exposições táteis são realizadas durante todo o ano, e proporcionam às pessoas com deficiência visual o contato com as artes, de maneira democrática. Entre outros, já foram expostos trabalhos do artista Leandro Gabriel, com esculturas em latão reciclado, da artista Vilma Noel, com esculturas em bronze, e da artista Maia Borkowski com esculturas em ferro soldado, pedras semipreciosas e resina com pigmentos e fibras naturais.

Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais
Endereço: 
Praça da Liberdade, 21 – Belo Horizonte (MG)
Telefone: (31) 32691-1166

 

 

 

Casa Fiat de Cultura

Outro espaço de destaque em termos de acessibilidade é a Casa Fiat de Cultura. Desde sua fundação, o equipamento possui um Programa Educativo que, a cada exposição, desenvolve temáticas interdisciplinares com atividades oferecidas gratuitamente a todos os segmentos da sociedade. Em 2017, dentro do Programa Educativo, foi criado o Núcleo de Acessibilidade, que desenvolve instrumentos e estratégias de acessibilidade.

Todas as exposições na Casa Fiat de Cultura contam com ferramentas de acessibilidade. A expografia das mostras é discutida com as curadorias com objetivo de construir adaptações pensando na acessibilidade. Algumas obras são rebaixadas na parede para facilitar o acesso de cadeirantes, crianças e pessoas com estatura reduzida. Os espaços entre as obras também são definidos de modo que pessoas com cadeiras de rodas consigam transitar com tranquilidade.

Além disso, são disponibilizados tablets com material informativo sobre as exposições, pensando no público surdo-mudo, que também conta com descrição de obras e dos espaços, e material tátil para referência. A mediação em libras é disponibilizada de acordo com as demandas.

Em 2017 a Casa Fiat de Cultura lançou as peças multissensoriais baseadas no painel “Civilização Mineira”, de Candido Portinari – em exposição permanente no hall de entrada da instituição. A tela foi reproduzida em escala gráfica reduzida, de modo que seja possível ser tocada pelo público, com objetivo de ampliar a acessibilidade da obra a pessoas com deficiência visual parcial ou total, e materializar, para todos os públicos, os conceitos essenciais da composição do quadro do artista.

Casa Fiat de Cultura
Endereço: 
Praça da Liberdade, 10 – Belo Horizonte (MG)
Telefone: (31) 3289-8900

 

 

 
MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

Integrante do Circuito Liberdade desde 2010, o museu de ciência e tecnologia apresenta, de forma lúdica e interativa, a história da mineração e da metalurgia. São 18 áreas expositivas, com 44 atrações, muitas delas contemplando a acessibilidade.

A Exposição de Fósseis, lançada recentemente com cerca de 100 peças, foi montada de forma adaptada, com conteúdo audiovisual em libras, piso tátil e réplicas para que pessoas com deficiência visual possam sentir os fósseis.

Também são oferecidas visitas guiadas em libras, pelo acervo permanente do museu, em horários pré-definidos. Já o Circuito Acessível Pedras Sabidas, projeto premiado, foi desenvolvido considerando os princípios do desenho universal, que proporciona mais acessibilidade aos visitantes. A atração conta com três expositores, em locais de fácil acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

Amostras de minerais ganham vídeos com imagens ampliadas para que pessoas com baixa visão possam observar os detalhes. Há também áudios, para pessoas com perda total da visão, textos para pessoas surdas que leem português, e tradução em Libras, para pessoas surdas que se comunicam nesta linguagem.

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal
Endereço: 
Praça da Liberdade, s/n
Telefone: (31) 3516-7200

 

 

 

Visão geral da exposição de fósseis com piso tátil (Crédito: Leonardo Miranda)

Memorial Minas Gerais Vale

O museu, dedicado às tradições do povo mineiro, utiliza recursos virtuais para reunir, em um mesmo espaço, parte da riqueza cultural do estado, desde o século 18 até o cenário contemporâneo.

Todos os espaços estão preparados para receber visitantes portadores de alguma deficiência. O espaço desenvolveu o Guia Multimídia e a ferramenta está instalada nos tablets que estão disponíveis, gratuitamente, para os visitantes.

A visita virtual pode ser feita em cinco idiomas, português, inglês, francês, espanhol e libras. E para aqueles que não conseguem utilizar o mouse, a navegação pode ser feita usando chaves de acesso.

O museu conta com sinalização em alto relevo e braile nos elevadores, bem como dispositivos de ajuda, em caso de problemas (botão amarelo) e barras de apoio. O Memorial oferece ações educativas, como a Sensações Memoráveis, onde o visitante tem a oportunidade de descobrir e ativar outros sentidos, quando privado de um deles, no caso a visão.

Memorial Minas Gerais Vale
Endereço: 
Praça da Liberdade, 640
Telefone: (31) 3308-4000

 

 

 

O Guia Multimídia está disponível gratuitamente para os visitantes (Crédito: Sérgio Luiz Castro)

 

Cultura Acessível

Graduada em Artes Visuais – Ênfase em Bidimensional, Literatura Plena em Arte-Educação pela Universidade Federal de Uberlândia, experiências na área de ensino Arte-Educação em instituições culturais, escolas da rede municipal/rural, estadual, particular e federal profissionalizante.

Mais postagens da coluna - Cultura Acessível

Secult lança editais “Minas de Culturas Populares” com investimento de R$ 2,5 milhões

Secult lança editais “Minas de Culturas Populares” com investimento de R$ 2,5 milhões

Cynthia Verçosa 21/11/2019
Iepha-MG promove curso ICMS Patrimônio Cultural para diversas regiões mineiras

Iepha-MG promove curso ICMS Patrimônio Cultural para diversas regiões mineiras

Cynthia Verçosa 05/11/2019
Minas participa da 13ª Primavera de Museus

Minas participa da 13ª Primavera de Museus

Cynthia Verçosa 19/09/2019
Coral Lírico de Minas Gerais celebra 40 anos de história

Coral Lírico de Minas Gerais celebra 40 anos de história

Cynthia Verçosa 23/08/2019
Palácio da Liberdade amplia os dias de visitação para o público

Palácio da Liberdade amplia os dias de visitação para o público

Cynthia Verçosa 19/08/2019
Reta final de inscrições para o Curso Técnico em Conservação e Restauro

Reta final de inscrições para o Curso Técnico em Conservação e Restauro

Cynthia Verçosa 17/07/2019
Produtos de 300 artesãos mineiros estão na 20ª Fenearte

Produtos de 300 artesãos mineiros estão na 20ª Fenearte

Cynthia Verçosa 05/07/2019
Inscrições gratuitas para o IV Seminário de Economia da Cultura estão abertas

Inscrições gratuitas para o IV Seminário de Economia da Cultura estão abertas

Cynthia Verçosa 07/06/2019
Recital leva composições de grandes nomes da música sinfônica ao Palácio das Artes

Recital leva composições de grandes nomes da música sinfônica ao Palácio das Artes

Cynthia Verçosa 04/06/2019
Quer lançar seu livro no VIII Fliaraxá?

Quer lançar seu livro no VIII Fliaraxá?

Cynthia Verçosa 09/05/2019
Iphan abre inscrições para prêmio que valoriza Patrimônio Cultural do Brasil

Iphan abre inscrições para prêmio que valoriza Patrimônio Cultural do Brasil

Cynthia Verçosa 26/03/2019
Fundação Clóvis Salgado abre curso sobre o objeto artístico na contemporaneidade

Fundação Clóvis Salgado abre curso sobre o objeto artístico na contemporaneidade

Cynthia Verçosa 18/03/2019