ALMG – PI 048605
Encontro debate caminhos que facilitam o acesso a projetos culturais
Cultura

Encontro debate caminhos que facilitam o acesso a projetos culturais

Encontro debate caminhos que facilitam o acesso a projetos culturais

Os projetos “Descentra Cultura” e a “Lei Paulo Gustavo” foram temas de bate-papo promovido pela Fundação Cultural Calmon Barreto, nesta quarta-feira (25), no Teatro Municipal. A iniciativa visa atender artistas, principalmente os mais prejudicados pelas consequências da pandemia.

O bate-papo, voltado aos agentes culturais de Araxá, foi conduzido pelo subsecretário de Estado de Cultura, Maurício Canguçu Pereira, e pelo superintendente de Fomento Cultural, Economia Criativa e Gastronomia, Igor Arci Gomes.

O prefeito Robson Magela destaca que o evento permitiu a integração entre o Município e o Estado para divulgar e oportunizar as ações disponíveis para fomentar o setor cultural da cidade. “Araxá é uma cidade que destaca diversas expressões artísticas. A Fundação Cultural Calmon Barreto vem prestando um grande trabalho para que esse setor, bastante prejudicado pela pandemia, se fortaleça e alcance resultados expressivos, seja por meio de projetos próprios ou em parcerias, como é o caso deste bate-papo com agentes do Estado”, reitera o prefeito.

De acordo com a presidente da Fundação Cultural Calmon Barreto, Cynthia Verçosa, o momento foi oportuno também para que os artistas da cidade pudessem se inteirar melhor sobre os trâmites burocráticos e o melhor caminho para conseguir não só a aprovação do seu projeto junto aos editais de incentivo, como também sucesso na hora de garantir o patrocinador do projeto.

“Os efeitos da pandemia impactaram diretamente à classe cultural que vive da sua arte. Na contrapartida, há esses editais. O “Descentra Cultura”, que divide melhor os recursos entre os municípios mineiros, e a “Lei Paulo Gustavo”, que ainda está tramitando no Congresso e prevê liberação de recursos para a classe artística e cultural afetada pela pandemia”, afirma.

De acordo com Cynthia, há casos em que o artista tem um projeto bacana, é fomentador da cultura, mas não sabe o caminho para conseguir esses recursos através das leis de incentivo.

Somente em Minas Gerais, os palestrantes destacaram que o Fundo Estadual de Cultura tem um aporte de cerca de R$ 30 milhões. Porém, ele também reconhece que em muitos casos, o projeto empaca justamente porque o agente cultural desanima durante o percurso burocrático para conseguir o recurso para seu projeto.


“Por isso é cada vez mais importante esse momento para entender as dificuldades, levar conhecimento e viabilizar produções artísticas com recursos públicos. E esse trabalho tem sido feito não só com os agentes culturais, como também com empresários que patrocinam esses projetos através da dedução do ICMS e com contadores que também são agentes importantes na hora da prestação de contas”, ressaltou Igor Arci durante sua apresentação.

 

Instituto Move – Super Banner

Mais notícias da Categoria Cultura

Expoqueijo Brasil começa na próxima semana; veja a programação completa

Expoqueijo Brasil começa na próxima semana; veja a programação completa

Portal Araxá 27/10/2021
Pesquisadores descobrem incêndios na Antártica há 75 milhões de anos

Pesquisadores descobrem incêndios na Antártica há 75 milhões de anos

Portal Araxá 20/10/2021
Inscrições de artistas de Araxá para prêmios da Lei Calmon Barreto vão até 13 de outubro

Inscrições de artistas de Araxá para prêmios da Lei Calmon Barreto vão até 13 de outubro

Portal Araxá 06/10/2021
Lançamento de novos roteiros para a região de Araxá marca encerramento do programa Agente de Turismo Rural

Lançamento de novos roteiros para a região de Araxá marca encerramento do programa Agente de Turismo Rural

Portal Araxá 22/09/2021
Grande Hotel Termas de Araxá tem programação especial em outubro

Grande Hotel Termas de Araxá tem programação especial em outubro

Portal Araxá 22/09/2021
Araxá recebe exposição sobre a trajetória de Agripa Vasconcelos, autor de “Vida em Flor de Dona Beja”

Araxá recebe exposição sobre a trajetória de Agripa Vasconcelos, autor de “Vida em Flor de Dona Beja”

Portal Araxá 22/09/2021