MEC lança Programa Future-se para fortalecer autonomia financeira das universidades
Educação

MEC lança Programa Future-se para fortalecer autonomia financeira das universidades

MEC lança Programa Future-se para fortalecer autonomia financeira das universidades

EDUCAÇÃO

Ideia é promover maior autonomia financeira a universidades e institutos federais. A adesão ao Future-se será voluntária

Lançamento do Future-se

Apresentação do Programa Future-se. Fotos: Luis Fortes/MEC

O Ministério da Educação apresentou, nesta quarta-feira (17), o programa Future-se para fortalecer a autonomia financeira das universidades e institutos federais. A iniciativa vai facilitar a captação de recursos privados pelas instituições e dar maior autonomia de gestão das receitas próprias. A adesão ao Future-se é voluntária.

O programa será financiado por um fundo privado administrado por uma instituição financeira. O Ministério da Educação estima que as universidades e institutos poderão ter acesso a R$ 102,6 bilhões.

As fontes serão o patrimônio da União, fundos constitucionais, leis de incentivos fiscais e depósitos à vista, recursos da cultura e de fundos patrimoniais. Na prática, as universidades e institutos federais poderão, por exemplo, obter recursos com aluguel de prédios públicos, fazer parcerias público-privadas (PPPs) e obter patrocínios.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que o Future-se pretende “colocar o Brasil num patamar onde estão os outros países”. A intenção, segundo ele, é que o programa comece a ser implementado ainda este ano. “O objetivo é fazer isso o mais rápido para esse ano entrar em vigor e a gente ter um alívio para as universidades”, disse.

A operacionalização do programa ocorrerá por meio de contratos entre as instituições de ensino e organizações sociais que tem caráter privado. O ministro disse que o programa foi discutido com reitores e a expectativa é de boa adesão das instituições. “Construímos um modelo para ser utilizado e a percepção de receptividade é muito boa”, afirmou.

Eixos do Future-se

O Future-se tem três eixos que são: gestão, governança e empreendedorismo; pesquisa e inovação e internacionalização.

Na gestão, governança e empreendedorismo, uma das medidas é estimular o uso de imóveis da União e arrecadar por meio de contratos de cessão de uso, concessão, fundo de investimento e parcerias público-privadas (PPPs). Outra medida é estabelecer limite de gastos com pessoal e premiar a eficiência na gestão de recursos.

O eixo pesquisa e inovação prevê estimular a criação de startups, ou seja, empresas com base tecnológica, instalar centros de pesquisa e inovação e aproximar as instituições de empresas para facilitar o acesso a recursos privados para pesquisa.

Na internacionalização, entre os objetivos está facilitar o intercâmbio de estudantes e professores com foco na pesquisa e facilitar o acesso e a promoção de disciplinas em plataformas online.

Consulta Pública

O programa ficará em consulta pública até o dia 7 de agosto. Após esse período, será enviado ao Congresso Nacional um projeto de lei com propostas de mudanças na legislação para implementar o Future-se.

 

Educação

Mais notícias da Categoria Educação

Aplicativo do Enem traz informações sobre o exame

Aplicativo do Enem traz informações sobre o exame

Portal Araxá 18/10/2019
Prefeitura realiza ações de educação no trânsito para alunos de Araxá

Prefeitura realiza ações de educação no trânsito para alunos de Araxá

Portal Araxá 10/10/2019
Startup Weekend incentiva o empreendedorismo e inovação em Araxá

Startup Weekend incentiva o empreendedorismo e inovação em Araxá

Portal Araxá 01/10/2019
Olimpíada de Inglês premia melhores alunos e professores brasileiros

Olimpíada de Inglês premia melhores alunos e professores brasileiros

Portal Araxá 27/09/2019
Prefeito é homenageado após a execução de reparos na Escola Dona Gabriela

Prefeito é homenageado após a execução de reparos na Escola Dona Gabriela

Portal Araxá 26/09/2019
Com nota baixa no Ideb, Minas tenta melhorar ensino e diminuir evasão escolar

Com nota baixa no Ideb, Minas tenta melhorar ensino e diminuir evasão escolar

Portal Araxá 20/09/2019