Receita abre consulta ao sexto lote do Imposto de Renda
Brasil

Receita abre consulta ao sexto lote do Imposto de Renda

Receita abre consulta ao sexto lote do Imposto de Renda

O crédito bancário será realizado no dia 18 de novembro

A Receita Federal abriu, nesta sexta-feira (8), a consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. A Receita explicou que normalmente a consulta é aberta uma semana antes do pagamento, entretanto, em função do feriado de 15 de novembro, disponibilizou na manhã de hoje. O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para 1.365.366 contribuintes será realizado no dia 18 de novembro, totalizando o valor de R$ 2,1 bilhões. Desse total, R$ 207.186.130,72 são destinados a 5.270 idosos acima de 80 anos, 32.641 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.673 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 16.408 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Confira a tabela com os montantes de restituição para cada exercício e taxa básica de juros, a Selic, usada para corrigir os valores:

tabela imposto de renda

Divulgação

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, no serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, um aplicativo para tablets e smartphones, que facilita consulta às declarações do IRPF e a situação cadastral no CPF. Com esse aplicativo será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

 

Fonte: Agência Brasil – Por Kelly Oliveira – Repórter 

Mais notícias da Categoria Brasil

Governo de Minas completa um ano de apoio às vítimas e de ações de reparação após rompimento de barragem da Vale em Brumadinho

Governo de Minas completa um ano de apoio às vítimas e de ações de reparação após rompimento de barragem da Vale em Brumadinho

Portal Araxá 21/01/2020
Governo federal anuncia aumento do piso dos professores

Governo federal anuncia aumento do piso dos professores

Portal Araxá 17/01/2020
INSS: Governo Federal anuncia medidas para acelerar atendimento ao público

INSS: Governo Federal anuncia medidas para acelerar atendimento ao público

Portal Araxá 17/01/2020
Pagamento do Abono Salarial para nascidos em janeiro e fevereiro já começou

Pagamento do Abono Salarial para nascidos em janeiro e fevereiro já começou

Portal Araxá 17/01/2020
Segurança veicular: confira os itens que passam a ser obrigatórios em 2020

Segurança veicular: confira os itens que passam a ser obrigatórios em 2020

Portal Araxá 13/01/2020
Saque aniversário do FGTS deve expandir mercado de crédito

Saque aniversário do FGTS deve expandir mercado de crédito

Portal Araxá 10/01/2020