Guiatel
Campanha de Vacinação contra a gripe é prorrogada pela 2ª vez
Saúde

Campanha de Vacinação contra a gripe é prorrogada pela 2ª vez

Campanha de Vacinação contra a gripe é prorrogada pela 2ª vez

Em Araxá, Ministério Público faz chamamento aos pais: “Saúde é direito das crianças e levar os filhos para vacinar é dever dos pais”

As famílias ganharam mais prazo para vacinar os filhos. A cobertura vacinal da Campanha de Vacinação contra a gripe continua abaixo da meta de 90% em todo o país e o Ministério da Saúde prorrogou pela segunda vez o período de atendimento da campanha. O novo prazo vai até o dia 22 de junho. Em Araxá, a procura melhorou, mas a meta ainda não foi cumprida.

A Coordenadora da Vigilância em Saúde, Telma Di Mambro, informou que a Secretaria de Saúde promove as ações para que os pais não deixem de vacinar as crianças e agora faz um apelo às famílias. Ela explica que em parceria com o programa “Saúde na Escola” os cartões de vacina dos alunos são conferidos e as agentes de saúde pedem o cartão quando visitam as casas, mas mesmo assim a adesão dos pais não é satisfatória. A campanha foi prorrogada principalmente por causa das crianças, grupo que está com a menor cobertura vacinal em todo o país. “Fazemos um chamamento não apenas de saúde. Cobramos a responsabilidade dos pais em levar os filhos para vacinar e não vamos mais só falar da importância da vacinação na prevenção das doenças passíveis de imunização. Se existe possibilidade de evitar doenças e a vacina é oferecida de graça porque não levar seu filho?”, reforça.

Segundo a responsável técnica pela Imunização da Secretaria de Saúde, Marcela Mesquita, de acordo com o último levantamento feito na segunda-feira, 11, a cobertura na cidade está em 78%. Já foram vacinados 60% das crianças de 0 a 5 anos; 64% das gestantes, 93,7% de puérperas, 87,5% de idosos, 83% dos trabalhadores em saúde; 84,5% dos professores. “Ainda temos cerca de 3.600 doses, a vacina continua disponível nas sete unidades de saúde do município. Estamos vacinando os grupos prioritários e depois se ainda sobrar doses vamos estender para as crianças de cinco a nove anos e para os adultos de 50 a 59 anos” informa.

Diante da resistência de muitos pais em levar os filhos para vacinar, a Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Cristiane Gonçalves Pereira, revela que o Conselho pretende a longo prazo, fazer ações nas escolas, participar das reuniões, chamar a responsabilidade dos pais para esse compromisso. Para essa campanha, vão fazer um chamado mais urgente à população. Ela acrescenta que de acordo com as previsões do serviço de meteorologia o inverno promete ser muito rigoroso. Essa vacinação da gripe no grupo das crianças ainda não atingiu a meta no país e em Araxá a situação também é preocupante. “A gente entende que a vacinação é um compromisso coletivo uma vez que não vacinando meu filho eu coloco em risco outras crianças, caso ele adoeça. A gente vive em sociedade, utiliza os espaços coletivamente então é também uma responsabilidade coletiva”, ressalta.

A Promotora Curadora da Infância e da Juventude, Mara Lúcia Silva Dourado, também destaca que zelar pela saúde do filho principalmente nesta idade, é obrigação primeira da família. Ela orienta que saúde é um direito fundamental, e de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) os entes que têm obrigação por todos os direitos da criança são primeiro a família, seguida do estado e da sociedade. Sendo assim, é dever da família zelar por esse direito fundamental, garantindo a vacinação e se o Estado está dando a vacina, compete aos pais cumprir com isso.

A Promotora reforça que diante do surto com risco de morte, havendo notícia de que a família se recusa ou resiste a encaminhar o filho para a vacinação, ela está deixando de cumprir com um dos deveres inerentes ao poder familiar. “Se isso chegar ao conhecimento da escola ou de uma unidade de saúde, essa notícia pode ser levada ao Conselho Tutelar. O Conselho pode aplicar as medidas que são de sua competência a essa família ou até mesmo encaminhar para o Ministério Público e ao Judiciário para aplicação das medidas previstas no artigo 129 do Estatuto”, salienta.

Com a prorrogação, a partir do dia 25 de junho, caso haja disponibilidade de vacinas nos estados e municípios, a vacinação poderá ser ampliada para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos.

Campanha Vestibular 2019
Saúde

Mais notícias da Categoria Saúde

Doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti estão controladas em Araxá

Doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti estão controladas em Araxá

Portal Araxá 07/11/2018
Autista conquista direito a atendimento prioritário em Araxá

Autista conquista direito a atendimento prioritário em Araxá

Portal Araxá 07/11/2018
Araxá promove Novembro Azul

Araxá promove Novembro Azul

Portal Araxá 07/11/2018
Reforço na prevenção de câncer

Reforço na prevenção de câncer

Portal Araxá 30/10/2018
LIRAa aponta queda no índice de proliferação do Aedes em Araxá

LIRAa aponta queda no índice de proliferação do Aedes em Araxá

Portal Araxá 29/10/2018
Profissionais do Cerest participam de capacitação sobre saúde do trabalhador

Profissionais do Cerest participam de capacitação sobre saúde do trabalhador

Portal Araxá 19/10/2018