Romeu Zema defende reformas estruturantes para equilíbrio fiscal
Minas Gerais

Romeu Zema defende reformas estruturantes para equilíbrio fiscal

Romeu Zema defende reformas estruturantes para equilíbrio fiscal

Governador participa da abertura do 8º Encontro de Coordenação Orçamentária, Financeira e Fiscal Intergovernamental, que tem representantes de dez países

O governador Romeu Zema participou nesta quarta-feira (18/11), por videoconferência, da abertura do 8º Encontro de Coordenação Orçamentária, Financeira e Fiscal Intergovernamental, criado para promover o intercâmbio de informações entre as gestões financeira, fiscal e de orçamento de dez países. É a primeira vez que Minas Gerais sedia este evento internacional.

O encontro foi organizado pela Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais em parceria com o Grupo de Gestores das Finanças Estaduais (Gefin) e o Foro Ibero-americano de Coordenação Orçamentária e Fiscal Intergovernamental.

Durante três dias, especialistas brasileiros e da Argentina, México, Colômbia, Chile, Uruguai, Espanha, Equador, Peru e Paraguai vão debater temas focados especialmente nas áreas fiscal, de planejamento e orçamento, trocando experiências e informações necessárias à gestão eficiente da administração pública. O evento será 100% on-line.

Reformas

Romeu Zema lembrou a grave situação de Minas quando assumiu o governo e destacou a importância da troca de conhecimento entre os países para ajudar a encontrar soluções para tornar o Estado mais eficiente. Zema ainda pontuou sobre o trabalho desenvolvido por sua gestão, que tem alcançado resultados positivos na Educação, Segurança e no controle da pandemia, e defendeu a necessidade de reformas estruturantes.

“Em Minas temos conseguido grandes avanços. Mas são as reformas estruturais que vão efetivamente corrigir o problema fiscal. Hoje, a receita sobe de escada e as despesas, de elevador. Já avançamos com a Reforma da Previdência, mas precisamos de uma Reforma Administrativa e uma Reforma Tributária, que simplifique a vida de quem trabalha, de quem empreende e gera empregos”, afirmou o governador, lembrando que muitas leis do país estão ultrapassadas para a situação em que vivemos.

Equilíbrio fiscal

O secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, que será um dos palestrantes do evento, também defendeu que o maior desafio dos gestores públicos é encontrar o equilíbrio fiscal.

“É preciso que a sociedade brasileira enxergue que é errado gastar mais do que se arrecada e cobre dos governantes este equilíbrio. É necessário que haja um entendimento que o desequilíbrio das contas públicas é um prejuízo para toda a população”, disse.

O evento também propõe ampla discussão sobre os impactos da covid-19 nas receitas e despesas dos países ibero-americanos. A proposta é conhecer as estratégias e ações adotadas pelos países participantes no enfrentamento da crise e na reativação da economia.

Crédito: Gil Leonardi / Imprensa MG

Minas Gerais

Mais notícias da Categoria Minas Gerais

Zema sanciona lei que define uso de R$ 11 bi do acordo de Brumadinho

Zema sanciona lei que define uso de R$ 11 bi do acordo de Brumadinho

Portal Araxá 28/07/2021
Programa gratuito qualifica prefeitos e lideranças locais para retomada econômica

Programa gratuito qualifica prefeitos e lideranças locais para retomada econômica

Portal Araxá 27/07/2021
Abertas inscrições para o Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

Abertas inscrições para o Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

Portal Araxá 23/07/2021
Minas tem 619 municípios sem óbitos por covid-19 nos últimos sete dias

Minas tem 619 municípios sem óbitos por covid-19 nos últimos sete dias

Portal Araxá 23/07/2021
Novas doses contra covid-19 vão ampliar vacinação por idade em Minas Gerais

Novas doses contra covid-19 vão ampliar vacinação por idade em Minas Gerais

Portal Araxá 20/07/2021
Semana de empreendedorismo destaca resultados do Vuei

Semana de empreendedorismo destaca resultados do Vuei

Portal Araxá 13/07/2021